terça-feira, 26 de abril de 2011

RESENHA: Tequila Vermelha

Nina Duoli

Pra começar a resenha, esqueçam o Rick Riordan de Percy Jackson... pronto??? Vamos lá então!!

Em Tequila Vermelha Rick mostra seu outro lado. A começar porque é um livro para adultos ou jovens um pouco mais velhos. Para quem gosta de livros de investigação com mortes e muito e suspense, Tequila Vermelha é uma ótima pedida!

A primeira coisa que todo mundo se pergunta é se a história se passa no México. Não, ela se passa em uma cidade no Texas onde existe uma grande população de mexicanos e a cultura mexicana é muito presente.

O livro conta a história de Trés Navarre (nome FANTÁSTICO!), um detetive particular, que volta à sua cidade natal depois e 10 anos para tentar descobrir quem foram os assassinos do seu pai, um policial muito influente na cidade. Na verdade ele é chamado por Lilian, sua antiga namorada e depois que ela desaparece repentinamente, Trés se aprofunda mais nas investigações e acaba se envolvendo em um esquema muito mais complexo do que imaginava.

Tudo gira em torno de Trés, da máfia, Lilian e moradores e políticos influentes na cidade. Trés descobre que mesmo depois de 10 anos, o esquema que fez com que seu pai fosse assassinado ainda existe em uma complicação de venda de empresas e licitações públicas fraudulentas.

No começo achei o livro muuuuito estranho, meio desconexo, até porque estava acostumada com o Rick de Percy Jackson e Pirâmide Vermelha, mas quando comecei a entrar na história, percebi que era muito promissora e interessante. Custei a me identificar com Trés e no final já estava encantada por ele.

Aliás, Trés é um pesonagem muito interessante, é um cara que pratica horas de Tai Chi e mesmo assim está sempre sob tensão. É folgado toda vida, cheio de tiradas em quem quer que seja e não tem medo de nada...peita todos os figurões, entra em lugares esquisitos, conversa com o chefe da máfia como se ele fosse um mendigo. Muitas vezes chega a ser divertido e outras você fica tenso com medo de que ele leve um tiro.

A história é naquele estilo: acho que sei quem matou, não, não sei mais, ahhh agora eu sei... ops, não sei mais... e no final, acaba sendo quem você menos esperava junto com quem você achou que era no começo.

Vale muito a pena o livro, mas leia bem concentrado para não perder o fio da meada. Recomendadíssimo.



Leia mais sobre esse livro e outros lançamentos no site da Ed. Record!

4 comentários:

  1. É sempre legal ver um autor expandindo possibilidades literárias... Adoro!

    Resenha sensacional!

    ResponderExcluir
  2. Se é do Rick Riordan, vale a pena ler! Virei fã depois de Percy Jackson e acredito que ele não decepcionará com um livro mais adulto. Adorei a resenha! Beijos.

    ResponderExcluir
  3. AaaH, tô louca pra ler esse livro!!!
    Livro do Rick + com nome mexicano + investigação = quero agoraaa!

    Muito boa a resenha.

    ResponderExcluir