sexta-feira, 25 de maio de 2012

RESENHA: A esperança de uma mãe


Fabiana Araújo

“Na Suíça do inicio do século XX, a ambiciosa e decidida Martha Schneider sai de casa determinada a fugir do pai violento, da mãe amorosa, mas fraca, e das restrições impostas às mulheres naquela sociedade.”

Esse é o terceiro livro da autora que leio e a segunda resenha que ouso escrever de um livro dela. Digo ‘ousar’ porque, sinceramente, a autora é tão D.I.V.A que não consigo achar palavras dignas para expressar meu carinho pelo seu maravilhoso trabalho.

“A esperança de uma mãe” nos conta a estória de Martha, uma mulher que sonha em estudar e  conquistar seu próprio sustento. Martha desde pequena sonha em aprender tudo o que for possível. Queria terminar o colégio, cursar a universidade e ter seu próprio negócio. Porém esse não é o desejo de seu pai. Para ele, estudos demais enchem a cabeça das meninas de bobagens e a torna ainda mais abusada e rebelde.

 Incentivada pela mãe a ‘voar’ ela parte em busca de novos caminhos e oportunidades. Oportunidades que a sociedade machista da época (e seu pai) não está disposta a oferecer às mulheres. Em busca de liberdade e conhecimento, Martha inicia sua jornada, cruzando fronteiras e atravessando continentes.

A trajetória de Martha é árdua e ambientada entre as duas Grandes Guerras. Sua personalidade é tão bem estruturada que é impossível não se envolver com a personagem e se sensibilizar com os acontecimentos. Martha se mostra forte e decida, e tenta esconder do mundo e de si mesma seus medos e carências. É impossível não se pegar rindo, torcendo  e roendo unhas. Isso quando não está chorando e amaldiçoando algumas atitudes de certos personagens. Quem não se emociona com os diálogos da mãe? Com as carências de Martha e as dificuldades que enfrenta? (Isso sem mencionar Hildemara!  Martha tem um lugar todo especial no meu coração, mas Hildemara é minha personagem favorita. Ela roubava o meu coração cada vez que aparecia. Muito amor. Não vou entrar em detalhes sobre quem é a personagem para não estragar as surpresas do leitor ok?)

Para os leitores que, assim como eu, não dispensam um bom romance, o livro conta com duas estórias de amor envolventes, lindas e muito bem escritas. Aquelas que te fazem desejar que um mocinho lindo desses na sua vida sabe? Mas não se deixe enganar, eles não são príncipes encantados, tem seus erros e acertos. Isso é uma das coisas que mais me encantam nas estórias de Rivers. Seus personagens são muito próximos da realidade.

Francine Rivers sabe como mexer com o coração dos leitores e tocar em assuntos sérios e complexos como a violência doméstica, a relação familiar, o bullying nas escolas, a fé e a esperança que nos impulsionam nos momentos de grande desespero.  O livro relata também a relação entre pais e filhos. O leitor se envolve tanto com a leitura que se pega pensando em todas as vezes que, por um motivo ou outro, não compreendeu as atitudes de seus pais.

A narrativa é rápida, descontraída e de uma beleza absurda. Não vejo a hora de ler a seqüência “Hers Daughter´s Dream” que provavelmente será lançada no final do ano! Super hiper ultra mega recomendo!

OBS: A autora nos conta no final do livro (Notas da Autora, pag. 498) que essa série de 2 livros foi inspirada em uma pesquisa que ela fez na estória da própria família e em relatos que leu nos diários de sua mãe. Ela queria descobrir o que provocou a rixa entre a mãe e a avó, um desentendimento que elas não tiveram tempo para esclarecer.


Sobre o livro:
Titulo: A esperança de uma mãe
Autor: Francine Rivers
Editora: Verus
Número de páginas: 504
Booktrailer:
 




segunda-feira, 21 de maio de 2012

LANÇAMENTO: EX-ME AQUI

Olá bonitos da Fábrica!

Comos vocês todos tem obrigação de saber, está rolando em BH a Bienal do Livro de Minas.

Meu amigo querido e talentoso Renato Delboni estará lá, dia 23/05 de 9 as 22 horas (estande G17) lançando seu primeiro livro de poesias EX_ME AQUI.










Eu ainda não li um livro, mas coloco minhas mãos e pés no fogo de que é lindo porque já acompanho as poesias do Renato faz tempos pelo Facebook Cara-Miolos e a mais tempo ainda pelas camisetas fantásticas da loja dele O Ovo.

Dê uma olhadinha lá no Facebook e uma passadinha na Bienal pra dar um Oi pra ele e quem sabe adquirir o livro de poesia mais lindo da cidade!


Vocês podem acompanhar a programação e notícias da Bienal clicando no banner ali do lado!

=)

sexta-feira, 18 de maio de 2012

RESENHA: O Rei do Ferro ( Os Encantados de Ferro #1)

Monique Melo 
                                                              
Meghan Chase sempre se sentiu deslocada. Quando o pai desapareceu, dez anos atrás, ela soube que sua vida feliz e tranqüila nunca mais seria a mesma. Agora com 16 anos, Meghan começa a presenciar situações estranhas. O ápice é quando seu irmão de 4 anos, Ethan, é seqüestrado e em seu lugar um ser mágico, perigoso e faminto começa a conviver com sua família. Decidida a resgatar o irmão, Meghan conta com a ajuda de Robbie, seu misterioso melhor amigo que sabe mais sobre a vida dela do que ela mesma. Juntos, os dois partem para o mundo das fadas, um lugar tão bonito quanto perigoso, cárcere de Ethan e detentor da verdade sobre a vida de Meghan.

Julie Kagawa me deixou animada e assustada com o mundo que criou para a série “Os Encantados de Ferro”. Com claras e assumidas referências a “Sonho de uma noite de verão” de Shakespeare, ela nos apresenta a vida de Meghan de uma forma que desperta a vontade de ler e aguça a curiosidade.

O início é um pouco lento, mas logo vários acontecimentos se desenrolam e poucas são as páginas onde os personagens têm descanso. Sempre que o enredo se encaminha para um período de calmaria, cenas repletas de perigo e ação nos lançam novamente na realidade de Meghan: ela é uma peça preciosa para as cortes Seelie e Unseelie.

Os personagens são cativantes. Meghan é corajosa e determinada e o amor por seu irmão só me fez gostar mais dela. Achei Puck divertido e um bom amigo, mas ele me irritou em alguns momentos. E o que falar do frio e misterioso Ash, príncipe do inverno? Eu adorei cada cena dele.

Achei tudo muito bem escrito e o enredo muito bom. O grande porém fica por conta da revisão: os muitos erros me incomodaram bastante e tirou um pouco o ritmo do livro. Várias vezes parei a leitura porque perdia a paciência com a falta de palavras, letras e com as frases sem concordância.

Apesar deste incomodo, me diverti lendo e estou ansiosa pela continuação, A Filha do Ferro, já que o final do livro deixou várias pontas soltas. Só espero que no próximo volume a editora dê tanta atenção à revisão quanto dá a linda diagramação apresentada neste livro.

Sobre o livro:
O Rei do Ferro
Série: Os Encantados de Ferro
Volume: 01
Autora: Julie Kagawa
Ano: 2011
Editora: Underworld
Páginas: 352
Twitter da autora: @Jkagawa
Booktrailer: 

domingo, 13 de maio de 2012

SORTEIO: Mês das Mães com os #blogueirosPE


Olá pessoal! 

Feliz Dia das Mães!

A Fábrica em parceria com os blogs Arte Aroundthe World, Capa e Título, Catavento de Ideias, Garotas e Livros, InteiramenteDiva, Livretando, Palavras Prolíferas e Restaurante da Mente volta com mais uma promoção. Este mês os #BlogueirosPE estão com um super sorteio em homenagem ao Mês das Mães. Serão dois kits de livros e dois vencedores. Os kits são compostos por:

Kit 1 - Beijada por um anjo 5/ A Arte da Imperfeição/ Vida/ Os sonhos de Eva/ O Espião.

Kit 2 – Beijada por um anjo 5/ Julieta Imortal/ Garota Replay/ A arte da Imperfeição.

Para concorrer é muito simples. Basta clicar nos botões e torcer.
O Sorteio começa hoje e se encerará no dia 31/05. Participem!

Abraços.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

RESENHA: Fazendo meu filme 4 – Fani em busca do final feliz


Monique Melo

Cinco anos se passaram desde que Fani deixou para trás os tristes acontecimentos e embarcou para mais uma viagem. Dessa vez, ela tem uma nova rotina para se adaptar, e tornar seus sonhos realidade vai exigir muito esforço. Mas o que fazer quando uma história mal resolvida não te deixa seguir adiante? Será que enfrentar o problema é a melhor forma de se libertar? Ou seria só mais um motivo para tornar a se magoar?

É evidente o quanto a Fani mudou. Afinal cinco anos se passaram e ela evoluiu muito. A garota sonhadora ainda estava presente, mas tentava por seus sonhos em prática com muito esforço e determinação. Saber como foi sua adaptação no novo lugar, suas novas amizades e como ela ficou independente foi maravilhoso.

Mas confesso que saber da vida do Leo foi mais fascinante ainda. Adorei acompanhar a passagem desses cinco anos pelo ponto de vista não somente da Fani, mas também do dele. Acho que foi perfeito saber o quanto tudo que aconteceu afetou o Leo, já que os livros anteriores foram narrados pela Fani. Então descobrimos algumas coisas que fazem tanta diferença! Consegui entender várias atitudes dele que anteriormente eu criticava.

Como não poderia deixar de ser, também nos é apresentada a vida dos outros personagens: Gabi, Tracy, Ana Elisa, Christian, Natália, Alberto, Priscila e Rodrigo (esses dois não muito porque tem a própria série, mas as poucas informações sobre eles necessitam urgentemente de explicações!). A mãe da Fani e o pai dela (eu AMO o pai da Fani) mesmo distantes são sempre citados e frequentemente emails e telefonemas dos dois completam o enredo. Dos personagens novos, eu adorei o Alejandro, me diverti muito lendo sobre ele.

A Paula conseguiu, novamente, usar dos emails e cartas para explicar e detalhar vários acontecimentos da mesma forma que fez nos três primeiros livros da série. Adorei cada citação de abertura de capítulo e não me canso de enfatizar o quanto cada diálogo de filme utilizado dava uma prévia dos acontecimentos.

A narrativa continua envolvente e não te deixa largar o livro. Incrível como mesmo depois de ler A estreia de Fani, Fani na terra da Rainha e O roteiro inesperado de Fani, ainda há espaço para a Paula nos surpreender. E que ótimas surpresas!

Por fim, mesmo com esse aperto no coração, aquele muito conhecido companheiro das séries que amamos, eu fiquei feliz por ter acompanhado a trajetória da Fani, seu amadurecimento e suas conquistas. E ainda mais contente por, enfim, ver que ela teve um fim digno dos filmes que ela tanto gosta. À Paula Pimenta, meus parabéns e, como diria a Fani, cinco estrelinhas!



Sobre o livro:
Fazendo meu filme 4 –Fani em busca do final feliz
Série: Fazendo Meu Filme
Volume: 04
Autora: Paula Pimenta
Ano: 2012
Editora: Autêntica/Gutenberg 
Páginas: 608
Hotsite: AQUI
Site da autora: AQUI
Twitter da Autora: @paulapimenta

quinta-feira, 10 de maio de 2012

EVENTO: IAN DAY Belo Horizonte!


Fabiana Araújo

Dia 5 de maio comemoramos o #IANDAY, uma iniciativa da editora Universo dos Livros em parceria com a Livraria Saraiva, realizada em 11 capitais do país, entre elas Belo Horizonte \o/

 O #IANDAY foi um evento criado pela editora para divulgar a aclamada série ‘Irmandade da Adaga Negra’ da autora J.R Ward, que já conta com 10 publicações no Brasil (9 livros da série e um Guia para Entendidos). Nesse dia fãs de todo o país se reuniram para prestigiar o lançamento do nono livro da série ‘Amante Libertada’.

A série fala sobre vampiros guerreiros, os irmãos,  que lutam contra os redutores a fim de proteger os vampiros civis. A série aborda a trajetória dos irmãos e suas dificuldades. Em meio à  guerra nos deparamos com romance, aventura e uma sensualidade absurda! Cada livro aborda a estória de um dos nossos personagens, dando continuidade à estória!
 A editora enviou alguns brindes exclusivos para sorteio (botons, marcadores e adesivos) e um exemplar de cada um dos títulos da série já publicados no Brasil. O evento foi super divertido, com uma ótima interação dos fãs. Fizemos brincadeiras para a distribuição dos brindes e todo mundo teve chances iguais de vencer. (Bom, os ‘Humanos’ saíram na frente, mas... abafa! rsrs).


As brincadeiras foram arquitetadas usando as debilidades dos irmãos, como a ‘cegueira’ do Wrath
(Cabra-Cega), a mudez do John (Mímica) e o analfabetismo de Zsadist (Frase escrita usando o
Antigo Idioma).

Esse foi o primeiro encontro de fãs de IAN de BH e agradeço imensamente a Tatiany Leite, nosso contato da Universo dos Livros, por ter confiado e acreditado na ‘paixão’ dos mineiros pelos irmãos. Obrigada mesmo Taty, beijo grande para você querida  .

Um beijo especial para a Lydiane Souza, minha fotógrafa oficial: ‘Amiga, o evento não estaria registrado se não fosse por você. Agradeço mesmo por tudo, de coração.’ E Nina Duoli, obrigada por todo o apoio, sem a sua participação, atenção e carinho, esse evento não teria tido a metade do sucesso que foi. Valeu mesmo todo o suporte, tenho o maior orgulho de fazer parte da equipe da Fábrica.

 E por fim, mas não menos importante, meus sinceros agradecimentos a todas as pessoas que compareceram ao evento: OBRIGADA é uma palavra muito pequena para vocês. Os fãs de IAN são as pessoas mais apaixonadas e atenciosas do mundo! Esse dia vai ficar marcado para
sempre no meu coração, adorei conhecer cada um, espero que possamos nos encontrar em outras ocasiões. Beijos, queridos!!

Agradecimento Especial: A Fabi escreveu esse post falando do evento, mas não podiamos deixar de agradece-la em nome da Fábrica por ter proporcionado esse dia tão especial para nossos queridos leitores. Mesmo aqui de longe estou acompanhando pelo Facebook e parace que foi um evento fabuloso. Fabizinha, obrigada por sua prontidão, animação e toda ajuda com tudo na Fábrica... o que seria da gente sem você aí né?!?! Super Bjo!! Nina


PROMOÇÃO!

Quem aí quer ganhar marcadores de IAN? Para concorrer a alguns marcadores da série você tem que seguir apenas alguns passos:

1 - Seguir o Blog da Fábrica.
2 - Fazer um comentário nesse post sobre o evento ou sobre a série.
3 - Curtir a Universo dos Livros no Facebook
4 - Divulgar para todos os seus amigos sobre a promoção e o blog da Fábrica...pode ser por facebook, twitter, bilhetinho, mensagem de celular... quanto mais comentários tivermos, mais marcadores vamos sortear... (e quem sabe não tem também um premio especial aqui da Irlanda também né?! - Nina)

O sorteio vai ser no dia 20 de maio e vamos entrar em contato com o ganhador aqui pelo Blog e por e-mail, então naõ se esqueça de colocar seu e-mail no comentário.






domingo, 6 de maio de 2012

Cruzando o Caminho do Sol


Fabiana Araújo

Sabe aquele livro que é tão intenso que assim que você termina a leitura não sabe nem o seu nome? ‘Cruzando o Caminho do Sol’ é sem sombra duvidas um livro assim.

Nossas protagonistas, Ahalya e Sita, perdem sua família, sua casa e sua segurança quando um tsunami destrói a costa leste da Índia. Tentando chegar ao colégio St.Mary onde elas estudam, as meninas são sequestradas e vendidas como mercadoria. Como se as coisas já não estivessem ruins.

Do outro lado do mundo somos apresentados a Thomas, um advogado bem sucedido  e triste, que tenta superar a morte da filha e o ‘abandono’ da esposa. Num parque Thomas presencia o sequestro de uma criança a luz do dia e isso lhe dá uma nova motivação. Tocado pelo sofrimento da mãe e pressionado por seu chefe a tirar uma licença Thomas decide aceitar trabalhar para uma ONG na Índia. Lá ele se envolverá na rotina da ‘Aces’, uma Aliança Contra a Exploração Sexual e trafico de humanos. E é aí que essas duas estórias se cruzam. O livro possui capítulos alternados entre as duas estórias, ora sobre a trajetória das meninas, ora sobre os caminhos de Thomas.

Este é o romance de estréia de Cordan Addison e o autor conseguiu me conquistar em cada pagina. A narrativa é muito sofrida e real. O leitor é transportado para dentro da estória e sofre com os acontecimentos, com a caminhada das meninas, com o que o mundo lhes apresenta, com o que esse mundo ‘tira’ de ambas. Até a metade do livro eu não via nenhuma esperança. Revoltei-me tanto com alguns personagens e suas atitudes que isso sugou muito das minhas energias. Por mais que eu quisesse continuar a leitura eu não conseguia, não tinha forças. Esse livro não foi escrito para ser devorado.

Trafico humano, trafico de drogas, corrupção no governo e na policia, imigração ilegal  são alguns dos temas abordados tão seriamente por Addison. A narrativa é tão rica em dados e na cultura indiana que é impossível não notar o quanto de pesquisa o autor teve de fazer para escrever a obra. Embora seja um romance de ficção há muita veracidade nos dados e fatos abordados aqui.

Esse é um livro que te fará refletir sobre o nosso papel no mundo, o que podemos fazer para mudar o que pode ser mudado! Nos faz pensar sobre a importância da família, e a força da esperança e fé quando nada parece fazer sentido. Super recomendo!

Eu queria quotar algum trecho do livro mas dessa vez resolvi fazer diferente e optei por um trecho da Nota do autor. O paragrafo dispensa qualquer outra explicação:

“As necessidades são muitas e os desafios, muitas vezes, parecem sobrepujar nossa capacidade.  Mas não existe problema sem solução. Nós podemos fazer a diferença, um mundo, uma dádiva, uma vida de cada vez.”

Sobre o livro:

Titulo: Cruzando o Caminho do Sol
Autor: Cordan Addison
Editora: Novo Conceito
Número de paginas: 443

Corban Addison vai estar no Brasil entre os dias 10 a 15 de agosto! A editora Novo Conceito vai confirmar os dias em que ele estará na Bienal de São Paulo em Breve. Fiquem de olho no Twitter!!

Book Trailler





quarta-feira, 2 de maio de 2012

RESENHA: Fazendo meu filme 3 – O Roteiro Inesperado de Fani


Monique Melo

Fani voltou depois de um ano do intercâmbio na Inglaterra. Agora, ela começa uma nova empreitada: estudar para o vestibular, enquanto tenta convencer sua mãe a apoiá-la na sua decisão de cursar cinema. Ela não poderia estar mais feliz com sua vida amorosa e acha que dificilmente alguma coisa poderia estragar sua felicidade. Mas como num filme, a vida não só e feita de alegrias. E chegará a hora de escolhas difíceis serem tomadas.

Paula Pimenta me fez passar por diversos sentimentos durante a leitura. Da alegria a tristeza, acompanhamos a vida de Fani desde sua volta do intercâmbio e sua luta para se adaptar novamente. A autora trabalha de forma magnífica os percalços da protagonista durante o livro: cada momento, tanto feliz quanto triste, é desenvolvido de forma coerente e real. 

Como sempre, a Paula desenvolve tão bem os personagens que fica difícil decidir um preferido. Ri muito com a Natália e o Alberto, sofri junto com a Ana Elisa, ri dos ciúmes da Gabi... Entendi, finalmente, algumas das atitudes da mãe da Fani (ela me tirava do sério!). Emocionei-me e também me decepcionei um pouco com o Léo.

Seguindo o padrão dos livros anteriores, os capítulos continuam apresentando trechos de diálogos dos filmes preferidos da Fani e utiliza emails e bilhetinhos para mostrar os pensamentos dos amigos e familiares dela.

Mas o que mais gostei nesse livro foi a personalidade da Fani, agora mais madura e segura, e o tom mais sério o qual o livro é conduzido. Achei perfeitamente condizente com a idade da protagonista, agora com 18 anos, e determinadas cenas e acontecimentos reforçaram essa evolução.

 Lembro que, quando terminei de ler FMF 3 cerca de um ano atrás, eu ficava me perguntando “por que eu li tão rápido? Agora tenho que esperar impacientemente por FMF 4!” Agora Fazendo Meu Filme 4 – Fani em busca do final feliz  acabou de ser lançado e eu já começo a sentir aquele aperto no coração sempre presente no final de ótimas séries. 

Sobre o livro:
Fazendo Meu Filme 3 – O Roteiro Inesperado de Fani
Série: Fazendo Meu Filme
Volume: 03
Autora: Paula Pimenta
Ano: 2011
Editora: Autêntica/Gutenberg 
Páginas: 328
Site da autora:  http://www.paulapimenta.com/
Twitter da Autora: @paulapim