quarta-feira, 21 de outubro de 2020

GRAPHIC NOVEL: Grama

Grama é uma poderosa graphic novel antiguerra que narra a história real da sul-coreana Ok-sun Lee, vendida pela própria família na infância e forçada à escravidão sexual pelo Exército Imperial Japonês. Ela é uma das várias mulheres que foram capturadas para servir aos soldados nas chamadas “casas de conforto”, espalhadas pela China e por territórios ocupados pelo Japão durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa e a Segunda Guerra Mundial, em um dos episódios mais vergonhosos do passado da humanidade.
Ok-sun Lee, hoje com mais de 90 anos, se tornou uma importante ativista pela indenização das “mulheres de conforto”, e é por meio de seus relatos à autora Keum Suk Gendry-Kim que acompanhamos sua triste história de vida.
Lançada na Coreia do Sul em 2017, a obra já ganhou publicações em outros seis idiomas e tem colecionado prêmios e elogios da crítica no mundo todo. Venceu o Prêmio Especial Bulles d’Humanité, do tradicional diário francês L’Humanité; entrou para as listas de melhores histórias em quadrinhos de 2019 dos jornais The New York Times e The Guardian; venceu os prêmios The Cartoonist Studio Prize, Big Other Book Award e VLA Graphic Novel Diversity Award; e agora, em 2020, está indicada em três categorias do célebre Prêmio Eisner, como Melhor escritor/artista, Melhor trabalho baseado em fatos e Melhor edição americana de material asiático.
O grande êxito de Grama está em trazer à tona a questão desse gravíssimo crime de guerra em uma narrativa leve e chocante ao mesmo tempo, sempre com ênfase na força e determinação de sua protagonista para superar adversidades e manter-se viva. A edição da editora Pipoca & Nanquim, traduzida diretamente do coreano, tem 492 páginas em papel offset 90g, capa dura macia ao toque e com verniz localizado, lombada redonda e fitilho de tecido.

terça-feira, 13 de outubro de 2020

RESENHA: A troca (Intrínsecos #024)

Eileen está cansada de ter 79 anos.
Leena está cansada da vida na casa dos vinte.
Talvez seja hora de elas trocarem de lugar ...
Quando a superestimada Leena Cotton é obrigada a tirar dois meses de férias forçadas após estragar uma grande apresentação no trabalho, ela foge para a casa de sua avó Eileen para descansar um pouco. Eileen acabou de ficar solteira e está prestes a fazer oitenta anos. Ela gostaria de uma segunda chance no amor, mas sua pequena vila em Yorkshire não oferece muitos cavalheiros elegíveis.
Depois que Leena descobre a situação romântica de Eileen, ela propõe uma solução: uma troca de dois meses. Eileen pode morar em Londres e procurar o amor. Enquanto isso, Leena cuidará de tudo na zona rural de Yorkshire. Mas com vizinhos fofoqueiros e dinâmicas familiares difíceis de navegar pelo norte, e colegas de apartamento da moda em Londres e encontros online para enfrentar na cidade, colocar-se no lugar do outro é mais difícil do que qualquer um deles esperava.
Leena descobre que um relacionamento à distância não é tão romântico quanto ela esperava que fosse, e então há o irritantemente perfeito - e distraidamente bonito - professor, que continua aparecendo para superar seus esforços para impressionar os moradores locais. De volta a Londres, Eileen é um grande sucesso com seus novos vizinhos, mas será que seu par perfeito está mais perto de casa do que ela pensava?

quinta-feira, 8 de outubro de 2020

Assistimos na Fábrica: Setembro 2020

Alguns começos e uma despedida marcaram os assistidos de Setembro. Estou empolgada com todos e apaixonada por desenvolvimentos tão consistentes.


Stranger 2 - Secret Forest 2 (drama coreano 2020): O que dizer de uma drama que consegue dar todas as respostas, mostrar as corrupções, os bons profissionais e a realidade de forma tão crível e viciante? Shi Mok e Yeo Jin são personagens que amo em todas suas virtudes e defeitos, e a amizade dos dois é tão bonita quanto o comprometimento deles com a verdade. Meu medo da segunda temporada não ser boa foi muito injustificado e roteirista e direção souberam desenvolver todo o plot, conseguiram resgatar referências da primeira temporada e ainda nos deixaram com vontade pela terceira. Meu shipp não rolou e imagino que nunca vai, mas amei vê-los novamente juntos fazendo o que fazem melhor: ser justos. Já estou com saudades!

sábado, 3 de outubro de 2020

SORTEIO: A Casa Holandesa + resultado Setembro


Olá! 

Tudo bem com vocês? Cheguei atrasada, mas cheguei! O livro sorteado desse mês será "A Casa Holandesa", da Ann Patchett! Vocês podem conferir a resenha aqui. Para participar é só seguir as regras e o formulário abaixo:

RESENHA: A Casa Holandesa

Após a Segunda Guerra Mundial, graças à conjugação de sorte e um investimento fortuito, Cyril Conroy entra no ramo imobiliário, criando um negócio que logo se tornará um império e levará sua família da pobreza a uma vida de opulência. Uma de suas primeiras aquisições é a Casa Holandesa, uma extravagante propriedade no subúrbio da Filadélfia. Mas o que seria apenas uma adorável surpresa para a esposa acaba desencadeando o esfacelamento de toda a estrutura familiar.
Quem narra essa história é o filho de Cyril, Danny, a partir do momento em que ele e a irmã mais velha — a autoconfiante e franca Maeve — são expulsos pela madrasta da casa onde cresceram. Os dois irmãos se veem jogados de volta à pobreza e logo descobrem que só podem contar um com o outro. E esse vínculo inabalável, ao mesmo tempo que os salva, é o que bloqueia seu futuro.
Apesar de suas conquistas ao longo da vida, Danny e Maeve só se sentem verdadeiramente confortáveis quando estão juntos. Narrada ao longo de cinco décadas, A Casa Holandesa é uma história sobre a dificuldade de superar o passado. Com bom humor e raiva, os dois rememoram inúmeras vezes seu relato de perda e humilhação e a relação entre o irmão indulgente e a irmã superprotetora enfim será colocada à prova quando os Conroy se virem forçados a confrontar quem os abandonou.
Uma saga sobre o paraíso perdido, A Casa Holandesa se debruça sobre questões de herança, amor e perdão, uma narrativa sobre como gostaríamos de ser vistos e quem de fato somos. E, embora seja um livro repleto de reviravoltas que farão o leitor devorar a história, seus personagens ficarão marcados por muito tempo na memória.

sábado, 26 de setembro de 2020

Lemos na Fábrica: Agosto 2020

 Não li tantos livros quanto gostaria em Agosto, porém um deles foi enorme! Mas todos foram uma grata surpresa! Vamos conferir?

"Olhos d'água", Conceição Evaristo: Minha primeira leitura da autora e fiquei fascinada com os contos que nos mostram uma grande diversidade de vivências negras, com suas felicidades e tristezas, com os preconceitos enfrentados e com a realidade tão dura. Foi uma ótima maneira de começar a conhecer sua obra e só me resta buscar mais. 

sábado, 19 de setembro de 2020

RESENHA: Árvore dos desejos

Reé um carvalho centenário que já viu de tudo um pouco em seus muitos anos de vida. Também é a árvore dos desejos do bairro, e todo ano, no dia 1° de maio, as pessoas amarram em seus galhos fitas ou tiras de tecido com os mais diversos pedidos, sonhos e anseios.
Não é da natureza das árvores se intrometer na vida dos humanos, por isso, Red sempre ouve tudo com muita atenção, em silêncio. Mas então, numa noite fria, o pedido sussurrado da solitária Samar faz Red perceber que talvez tenha chegado a hora de sua voz ser finalmente ouvida.
Delicado, engraçado e profundo, Árvore dos Desejos é um conto de fadas moderno sobre o poder da amizade e da empatia, mostrando que muitas vezes temos que desafiar a tradição e nossos próprios medos para defender quem mais precisa.

Contos de fadas estão aí para nos dizer muito mais do que aparentam e não é diferente com Árvore dos desejos. Nossa querida Red nos brinda com uma visão sábia dos seus longos anos como carvalho centenário ainda que entenda estar sempre no processo de aprendizagem. 

sábado, 12 de setembro de 2020

RESENHA: Um lugar só nosso

Lucky é uma jovem estrela do K-pop. Talentosa e cheia de determinação, tem como próximo objetivo expandir sua carreira para o ocidente, e um passo importante para isso está prestes a acontecer: ela vai participar do programa norte americano Later Tonight Show, alguns dias depois do último show de sua turnê, em Hong Kong. O problema é que, por mais que tenha o mundo ao seus pés, Lucky ainda tem dúvidas de que essa é a vida que realmente deseja.Jack está em seu ano sabático, entre o fim do colégio e o início da faculdade - ou, pelo menos, é o que ele diz para a família. Apaixonado por fotografia, tudo o que deseja é entrar em um curso de artes, mas não sabe como contar isso aos seus pais. Para conseguir se sustentar, faz bicos como paparazzo para um tabloide sensacionalista, e quando conhece Lucky tem o maior furo que poderia desejar bem à sua frente.
Durante um fim de semana em que fingem ser outras pessoas, Lucky e Jack vão descobrir mais sobre si mesmos do que imaginavam -e viver um romance digno de uma canção de sucesso.

Como fã de K-pop sera um tanto impossível não me interessar por esse enredo, principalmente por tentar passar um pouco a vivência de cantores que tentam se tornar idols. Então fui bem animada ler "Um lugar só nosso". Minhas expectativas não foram supridas 100%, mas ainda sim foi uma leitura muito boa!

domingo, 6 de setembro de 2020

Assistimos na Fábrica: Agosto 2020

Uma agosto cheio de bons dramas, algumas despedidas, mas também com uma volta muito aguardada!


It's okay not to be okay (drama coreano 2020): Que show de dorama! De uma sensibilidade incrível, conquistou a maior parte dos telespectadores e olha, sou uma deles. Amei tudo: fotografia, atuações, enredo. O Kim Soo Hyun não poderia ter escolhido drama melhor para fazer sua volta pós exército, a Ye Ji foi maravilhosa e os figurinos dela também. Mas a verdade é que o Oh Jung Se foi o grande destaque. Sua interpretação do Sang Tae foi incrível! O enredo não deixou nenhuma ponta solta, misturou comédia, drama e mistério maravilhosamente bem e as referências a livros e as animações encaixaram perfeitamente com tudo. E o tema foi muito relevante, já que saúde mental ainda é um tabú em muitos países, inclusive na Coreia do Sul. Vou sentir muita falta desse drama que falou de cura, crescimento e família tão sabiamente.

quinta-feira, 3 de setembro de 2020

SORTEIO: O sol também é uma estrela + resultado Agosto


Olá! 

Tudo bem com vocês? O livro sorteado desse mês será "O sol também é uma estrela", da autora Nicola Yoon! A resenha vocês podem ler aqui. Para participar é só seguir as regras e o formulário abaixo: