terça-feira, 28 de janeiro de 2014

RESENHA: Esconda-se

Fabiana Araújo

Sinopse skoob: “Uma mulher que foi obrigada a fugir — desde criança— de uma possível ameaça. Uma ameaça que seu pai via em todo lugar, mas que a polícia nunca considerou. Um antigo e desativado sanatório para doentes mentais que pode ter muito mais a esconder entre suas paredes do que homens e mulheres entorpecidos por remédios. Uma história de rancor entre membros de uma mesma família que nunca conseguiram superar os episódios de violência doméstica que presenciaram. Um pingente que foi parar em mãos erradas — e a cena de um crime brutal: seis meninas mortas e mumificadas há mais de trinta anos. Agora, cabe à famosa detetive D.D. Warren descobrir quem foi o serial killer que cometeu esta atrocidade e que motivação infame deformou sua mente. Acompanhe D.D. Warren na solução de mais este complexo caso e encontre o inimaginável que está por trás de pessoas aparentemente comuns!”

Para quem adora um bom suspense policial a autora Lisa Gardner não pode faltar na estante! Quando li a sinopse desse livro fiquei tentando imaginar como esses fatos todos se encaixariam dentro de um livro de 400 paginas, e é claro que já logo tive de subir a posição do livro na minha pilha de leitura.

A primeira característica que queria ressaltar é o fato da editora não estar publicando os livros desta série na ordem correta. ‘Esconda-se’ é o segundo livro da coleção, e devido a esse detalhe, em alguns momentos o leitor pode se sentir meio perdido na narrativa. Claro que ignorando algumas respostas sobre a vida de Bobby e sua relação com D.D. Warren e o caso anterior a leitura flui muito bem. O jeito é focar no caso em questão e esperar pela publicação anterior (Alone) para satisfazer nossa curiosidade.

Em se tratando de narrativa Lisa Gardner possui um timing perfeito. A autora sabe bem como construir um cenário macabro, tenso e cheio de surpresas. A vontade que o leitor tem é de se esconder, e o relato das testemunhas só ajudam a piorar essa sensação. Isso sem mencionar as cenas dos crime e suas descrições. Me senti sufocada 'visitando aquela cova'. Socorro!

A narrativa é tão próxima do verossímil que o leitor se pega levando sustos, conversando com os personagens e supondo vilões. As pistas vão sendo dadas de forma gradativa mas não linear alternando entre passado e presente, fazendo com que cada peça ocupe o lugar certo na hora exata, o que dá um toque bem pessoal na história. Um outro fato que chamou bastante minha atenção foram as dicas de segurança que a autora nos apresenta, através de sua personagem, como por exemplo: ‘em situações de pavor as pessoas podem perder a voz então, nesse caso, faça barulho, quebre coisas’. Parece bobo agora mas eu realmente nunca me imaginei precisando pensar em algo assim. o.O

Sobre os personagens: Annabelle foi uma criança que nunca pode si dar ao luxo de ter uma vida normal, e agora, já na fase adulta nada parece ter mudado. Foi bem angustiante acompanhá-la durante os anos, vivenciando seus medo, receios, duvidas... me pequei sofrendo e torcendo muito por ela.

Uma personagem que deixou a desejar foi a D.D. quem ficou meio em segundo plano, merecia mais destaque tendo em vista que a série é 'dela', o que não aconteceu em ‘Viva para Contar’(resenha aqui). Porém, Gardner esclarece esse fato nas duas últimas paginas do livro. (Alguém além de mim também gosta de ler os agradecimentos? Rsrs). Sobre o Bobby, quero muito ler ‘Alone’ para entender melhor o personagem, que pelo visto é o foco dos dois primeiros livros, e saber mais sobre Catherine, 'personagem visita' neste livro mas que roubava a cena toda vez que dava o ar da graça. 

Enfim, eu poderia ficar tecendo elogios o resto do dia mas não quero correr o risco de estragar a leitura de vocês então... LEIAM!E ah,fuçando na net acabei descobrindo que esse livro foi adaptado para a TV pela TNT. Fiquei louca tentando achar o filme mas ainda não consegui, então, vou deixar o trailer para os curiosos de plantão HAHAHA

Trailer:


Sobre o livro:
Título: Esconda-se
Autor: Lisa Gardner
Editora: Novo Conceito
Páginas:400

A série:
1-Alone
2- Esconda-se
3-The Neighbor
5- Sangue na Neve
The 7th Month (novella)
6-Catch me
7-Fear Nothing

Leia um trecho do livro aqui:

Visite o site oficial da autora: lisagardner.com
 

"Hanging out" com o #BlogueirosPE - S02E03


Olá! Domingo teve mais um "hanging out" e mostramos nossas leituras da semana e eu surtei um pouco (tá, foi muito) pelo dorama que a assisti. Vamos conferir?

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

RESENHA: Dente por dente (Olho por olho #2)

Monique Melo
Depois dos acontecimentos do homecoming, Reeve foi parar no hospital, com uma perna quebrada, e seu futuro como atleta está ameaçado. As meninas se sentem culpadas por toda a situação. Não esperavam que as consequências do plano fossem tão graves. Quase perderam o controle. Já que Reeve está mais arrogante do que nunca, o jeito será aplicar nele uma dose do seu próprio veneno e esperar que aprenda a lição. O acidente no baile deixou marcas profundas na consciência de Lillia, Kat e Mary. Sentimentos como amizade, lealdade e ódio se misturam, questionamentos sobre limites... Alguns segredos são mais difíceis de guardar. Aliás, o que são essas coisas estranhas que estão acontecendo com Mary? À medida que Lillia, Kat e Mary descobrem verdades incômodas sobre os moradores da ilha, percebem também que não se conheciam como pensavam. Cada vez mais elas lidarão com o sentimento de que talvez tenham ido longe demais...

Eu achei que houve uma grande evolução de "Olho por olho" para o segundo livro. Se no primeiro eu impliquei um pouco com o andamento da história, em "Dente por dente" eu posso dizer que tudo foi bem embasado, mesmo as coisas que eu não curti. Muita coisa do passado das protagonistas vai sendo trabalhado e nos ajuda a entender melhor suas personalidades e o contexto familiar delas.

Lillia cresce bastante como personagem. Ainda é bem patricinha, só que parece se preocupar mais com os amigos e a distância que Rennie mantém (não gosto dela de jeito nenhum!) parece ajudá-la a encarar melhor os problemas. Ela se impõe mais e defende Mary e Kat  com menos medo e mais atitude. E muita coisa muda na sua vida conforme a vingança vai avançando.

Kat e Mary também tem suas surpresas , embora seja Mary a que reserva a parte mais chocante (e eu ainda não sei se curto muito isso, assim como não sei o que pensar da tia dela). Reeve mostra outras facetas e não me conquistou exatamente, mas ganhou um pouquinho do meu respeito. Alex continua fofo, embora precise urgentemente ter mais atitude em muitos aspectos. Acho que ele é um personagem que poderia ser mais ativo na trama.

O enredo de "Dente por dente" me envolveu e eu gostei bastante da leitura. Sou fã da Jenny Han e ela é meu maior motivo para ter começado a série e agora que está tomando um caminho que eu simpatizo bastante, estou ansiosa pelo próximo. As autoras terminaram o livro de forma bem diferente e que nos deixa curiosos pelo próximo livro. Afinal, a vingança das três amigas já teve consequências bem graves, o que mais elas pretendem fazer agora que uma delas parece ter ainda mais motivos para querer revanche?

Sobre o livro:
Dente por dente
Série: Olho por olho
Volume: 02
Autoras: Jenny Han e Siobhan Vivian
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Página: 512

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

"Hanging out" com o #BlogueirosPE - S02E02


Oi, gente!

Depois de duas semanas, conseguimos arranjar tempo para gravar (menos eu, foi triste). Desta vez não falamos sobre séries, mas vocês terão muitas indicações de filmes pra ver.

sábado, 18 de janeiro de 2014

TOP 10 - Os melhores livros de 2013 (Fabiana Araújo)


Fabiana Araújo

Olá pessoal!!!! A Monique me chamou pra postar uma listinha de melhores livros de 2013 e depois de muita luta (escolher não foi uma tarefa muito fácil rsrs) aqui vai a minha seleção. Ano passado consegui ler 69 livros, fiquei muito feliz pois a minha meta era de 60 livros. \o/



10. Perdida (Carina Rissi): uma delícia de livro, a leitura flui muito bem os personagens são muito apaixonantes. A autora usa de viagem no tempo para contar uma estória de amor muito fofinha, doida pra ler a continuação. Ian e Sofia é muito amor <3

9. A garota do Penhasco (Lucinda Riley): a autora entrou para a minha lista de 'quero ler tudo que vir a publicar' hahaha. Em breve tem resenha do livro aqui no blog pra vocês. Amei muito o ritmo da narrativa, a estória, os personagens, especialmente a narradora <3

8. Easy (Tammara Webber): Ainda não li ninguém falando mal do livro, todas babam no Lucas #fato. A autora soube bem como dosar romance e temas sérios da atualidade. Amei demais e suspirei de montes HAHAHA

7. No limite da Atração (Katie McGarry): Muito amor nesse livro, amei os personagens, a dedicação de Noah com os irmãos e os segredos que rondam Echo. Não vejo a hora de lançarem os livros seguintes <3

6. Desastre Iminente (Jamie Mcguire): Versão do Travis da estoria contada em Belo Desastre. Adorei. Cheguei a temer o livro fosse ficar um tantinho chato por se tratar da mesma estoria mas me surpreendi muito devorando paginas e me divertindo muito.



5. Minha vida fora de série (Paula Pimenta): Desde que terminei de ler 'Fazendo meu filme' que estava 'economizando' os livros da Paula HAHAHA. Mas quando iniciei a leitura da primeira temporada não consegui parar até chegar a ultima palavra do segundo livro. Muito ansiosa pela terceira temporada, a Paula só se supera e MVFS consegue ser ainda melhor que FMF (se é que isso é possível).

4. Reencontro Mortal (J.D.Robb - Nora Roberts): décimo quarto livro da série Mortal. Ai, ai, o que dizer dessa série sem engasgar na própria babação? Leiam peloamordedeus!!! Eve e Roarke são perfeitos demais e os casos investigativos são os melhores <3


3. Amante Finalmente (J.R.Ward): decimo primeiro livro da série Irmandade da Adaga Negra. Adooooro esses meus vampiros HAHAHA Todo ano fico doida esperando lançamento e nunca me arrependo. Ward escreve bem demais e esse livro é a prova que o amor entre duas pessoas independe do sexo. Amei demais. Qhuinn e Blay é muito amor <3

2. Trilogia 'A seleção' (Kiera Cass): Baita surpresa do ano essa autora. Apaixonada com essa trilogia. América, Aspen e Maxon formam personagens tão únicos e apaixonantes. Eu até hoje não sei a que team pertenço e é fato que me pego 'invejando' a América HAHAHA Quero muito ler 'The One', um dos livros mais aguardados por mim esse ano <3



1. Trilogia 'As peças Infernais' (Cassandra Claire): Todo o amor do mundo e mais nessa série da Cassandra Clare! Jem, Will e Tessa são o trio mais perfeito do mundo! Morta de saudades dessa série, minha favorita da autora. A Monique escreveu resenha dos três livros aqui no blog então corram pra ler <3


Bom, meus favoritos do ano passado foram esses. Foi até maldade escolher pq li tanto livro bacana ano passado, espero que 2014 seja tão bom quanto! E vocês? O que leram de melhor? Indiquem pra nós. E não deixem de conferir o Top 10 da Monique. Beijos

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

RESENHA: Quando eu era Joe (Joe #1)

Monique Melo
Imagine o que é perder, em uma única noite, sua casa, seus amigos, Como é possível viver mentindo sobre todas as coisas? Sua escola e até mesmo o seu nome. Aos 14 anos, Ty presencia um crime bárbaro num parque de Londres. A partir desse momento, tudo muda para ele: a polícia o inclui no programa de proteção à testemunha, e Ty é obrigado a assumir uma vida diferente, em outra cidade. O menino ingênuo, tímido, que costumava ser a sombra do amigo Arron, matricula-se na nova escola como Joe... E Joe não poderia ser mais diferente de Ty: faz sucesso com as meninas, torna-se um corredor famoso... Joe é tão popular que acaba incomodando os encrenqueiros da escola. Ser Joe é bem melhor do que ser Ty. Mas, logo agora, quando ele finalmente parece ter se encaixado no mundo, os atentados e ameaças de morte contra sua família o obrigam a viver no anonimato, em fuga constante e sob a pressão de prestar depoimentos sobre uma noite que ele gostaria de esquecer. Um livro – de tirar o fôlego! – sobre coragem e sobre o peso das consequências do que fazemos.

Eu gostei da sinopse logo de cara e fiquei bem interessada em ler. Quando li o primeiro capítulo já percebi que a leitura seria rápida: primeiro porque a narrativa escolhida pela autora é bem ágil e fácil de acompanhar, segundo porque os pensamentos de Ty são bastante dinâmicos e tem certa poesia na forma que ele pensa.

O Ty (Joe) é um personagem bastante interessante e que reflete muito sobre sua atual situação. Tem algumas atitudes imaturas, como qualquer adolescente, mas é bem maduro e parece lidar melhor com a mudança de vida do que sua mãe (que me irritou um bocado). Ele sempre compara sua nova realidade com a vida que tinha antes do trágico acontecimento e cada vez mais não sabe como diferenciar esses dois lados, constantemente se perguntando se a mudança foi uma coisa boa, como ele achou de início.

As amizades de Ty também são destaque, pois acompanhamos no que se baseava a relação com Arron e como são os novos amigos na sua vida como Joe. A amizade dele com a Claire é bem legal de se acompanhar já que ela tem seus próprios segredos e isso parece os unir. A dinâmica familiar também é abordada e eu gostei bastante de como ele e a avó se tratam.

O livro é cheio de ação e drama, e tem algumas reviravoltas que deixaram a leitura bem instigante. A autora trata de diversos assuntos como violência, drogas e algumas questões mais psicológicas, e os expõe de uma maneira bem interessante e direta, o que me deixou muito curiosa sobre o futuro do Ty. Gostei muito e estou doida para ler o segundo da série.

Sobre o livro:
ISBN: 9788581633398
Volume:01
Autora: Keren David
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 318 

sábado, 11 de janeiro de 2014

RESENHA: A seleção (A seleção #1)

Monique Melo
“Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças de dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes.
Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar. “
 Fui ler com muita expectativa, já que toda a blogosfera literária estava amando, e olha, não é que eu apaixonei também? A narrativa é muito boa e flui muito bem. É uma leitura rápida, não só pela linguagem acessível, mas porque o tempo todo a curiosidade para saber o que vai acontecer se faz presente.
Gostei da base que a autora formou. O sistema de castas realmente é importante para o desenvolvimento, embora tenha sentido falta de mais aprofundamento sobre como surgiu o sistema e a insatisfação da população sobre isso. Tudo bem que tem passagens específicas que já dão bastante dica sobre o que esperar nos próximos livros, mas ainda sim gostaria que neste livro o assunto fosse mais abordado.
América me agradou imensamente, menos quando começava com suas dúvidas sobre seus sentimentos. Sua personalidade simples, sua sinceridade e a forma que ela e o Maxon se tornaram amigos foi muito legal de acompanhar. O Maxon é um ótimo personagem e eu me vi torcendo por ele rapidinho, embora não possa esquecer que o Aspen também foi um amor. Tipo, não é qualquer pessoa que deixa de lado o que sente para ver o bem da outra.
Conforme as candidatas vão saindo, começamos a ter ideia das preferências do Maxon ou seria dos seus motivos para deixá-las na Seleção? Além de um fato específico complicar ainda mais os sentimentos da America. Bem, só sei que fiquei bem curiosa com o próximo livro, “A elite” e fui logo ler. Comento sobre ele em outra resenha.

Sobre o livro:
A seleção
ISBN: 9788565765015
Autora: Kiera Cass
Série: A seleção
Volume: 01
Editora: Seguinte
Ano: 2012
Páginas: 368
Booktrailer:

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

RESENHA: Princesa Mecânica (As peças infernais # 3)

Monique Melo

Continuação de Príncipe mecânico, Princesa Mecânica é ambientado no universo dos Caçadores de Sombras, também explorado na série Os Instrumentos Mortais, que chega agora ao cinema. Neste volume, o mistério sobre Tessa Gray e o Magistrado continua. Mas enquanto luta para descobrir mais sobre o próprio passado, a moça se envolve cada vez mais num triângulo amoroso que pode trazer consequências nefastas para ela, seu noivo, seu outro amor e os habitantes do Submundo.

Eu não queria que a série chegasse ao fim, mas a Cassandra sabe o que faz, viu? Sofrimento define esse livro. Mas também o define o amor. Essa combinação em específico direciona tudo que acontece neste último livro e fui sentindo junto o que a autora preparou para os personagens.

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

"Hanging out" com o #BlogueirosPE - S02E01


Oi, gente!

Voltamos com o "Hanging out" com o #BlogueirosPE para a segunda temporada! \o/ Vamos ao longo dos episódios tentar novas formas de fazer o vídeo, vamos ver a que fica mais divertida e curta, porque falamos demais, vocês sabem. Se bem que este primeiro episódio do ano, fomos bem econômicos em relação ao tempo! =) Será que estamos aprendendo? Confiram!



Semana que vem tem mais!

Beijos.

sábado, 4 de janeiro de 2014

RESENHA: O dom (Bruxos e Bruxas #2)

Monique Melo

Os irmãos Allgood nunca desistem de lutar contra os poderes autoritários e desumanos d’O Único Que É O Único, mas, agora, eles estão sem Margô — a jovem e atrevida revolucionária; sem Célia — o grande amor de Whit; e sem seus pais — que provavelmente estão mortos... Então, em uma tentativa de esquecer suas tristes lembranças e, ao mesmo tempo, continuar seu trabalho revolucionário, os irmãos vão parar em um concerto de rock organizado pela Resistência onde os caminhos de Wisty e de um jovem roqueiro vão se cruzar. Afinal, Wisty poderá encontrar algo que lhe ofereça alguma alegria em meio a tanta aflição, quem sabe o seu verdadeiro amor... Mas, quando se trata destes irmãos, nada costuma ser muito simples e tudo pode sofrer uma reviravolta grave, do tipo que pode comprometer suas vidas. Enquanto passam por perdas e ganhos, O Único Que É O Único continua fazendo uso de todos os seus poderes, inclusive do poder do gelo e da neve, para conquistar o dom de Wisty... Ou para, finalmente, matá-la.

Realmente a narrativa e desenvolvimento dessa série não me agradaram. Ela tem um problema forte de continuidade e as coisas acontecem sem muita lógica e isso me incomoda bastante.

Achei que acontece coisas demais sem ter ligação e importância realmente para o desenvolvimento. Como disse na resenha de Bruxos e Bruxas, o livro tem todos os elementos para agradar e ser uma grande história, mas a forma que eles são interligados e a continuidade falha não deixa o livro ser bom, pelo menos pra mim.

O personagens não me cativaram. Wisty me irrita um pouco, embora o Whit seja mais legal e tenha mais juízo, digamos. O grande vilão, o "Único que é o Único" não convence de forma alguma e algumas coisas no personagem que, creio eu, deveriam ser engraçadas só contribuem para a pouca credibilidade dele.

A mudança de coautor também não ajudou e estou achando bem difícil ter coragem de ler o próximo livro da série. Mas reforço que, se você tem interesse, deveria ler. Algumas pessoas que respeito bastante a opinião gostaram do primeiro livro. Quem sabe não é esse seu caso?


Sobre o livro:
O Dom
ISBN:9788581632810
Série: Bruxos e bruxas
Volume: 02
Autores: James Patterson e Ned Rust
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Páginas: 288
Booktrailer:

quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

TOP Piriguetagem Literária 2013 (Monique Melo)


Gostei da ideia da Nanda (Viagem Literária) e combinei com a Bianca (lista aqui) e a Carissa do #BlogueirosPE de fazer. Ao contrário da Carissa, é a primeira vez que faço uma lista assim e eu me divertir muito escrevendo esse post, sério. E suspirei também. Afinal, listar personagens que se destacaram em 2013 não foi muito fácil. Mas fazer a lista me rendeu bons momentos relembrando esses 10 personagens tão gostosos marcantes. Vamos conhecer meus escolhidos?


10. Jeremiah (Sem você não é verão - Verão #2 - Jenny Han): Mesmo competindo com o irmão pelo amor da mesma garota, não deixa de admirá-lo e tenta se dar bem com ele. Sem falar que é carinhoso, engraçado e um amigo para qualquer hora. (aquela que não se agradou de ninguém para representar o Jeremiah e pegou a imagem da capa)


9. Day (Prodigy - Legend #2 - Marie Lu): Ele é uma lenda. Destemido, rebelde, louco pela família e muito charmoso. Sem falar que é inteligente e luta pelo que acredita. Não é a toa que a June ficou encantada por ele. (o Day tem cabelo mais longo, mas não achei nenhuma imagem que realmente me agradou)


8. Maxon Schreave  (A elite - A seleção #2 - Kiera Cass): Ser um príncipe simplesmente não o colocaria nesta lista, tem que ter atitudes de um. E o Maxon se sai muito bem quando o assunto é conquistar o coração de uma garota com gentileza e simpatia. America que o diga. (esse ator participou do piloto da série "A seleção" que não foi aprovada para exibição)


7. Quatro/ Tobias (Divergente - Divergente #1 - Veronica Roth): Porque ser misterioso e forte não é suficiente. Tem que ser protetor e inteligente, além de cheio de ideais. Entendi perfeitamente porque a Tris gostou rapidinho dele!



6. Andrew Parrish (Entre o agora e o nunca - J. A. Redmerski): Sexy e atraente define Andrew, mas ele é muito mais que isso. Ama a família, é uma boa pessoa e adora ajudar garotas em perigo. Tocar violão e cantar completam o pacote.

5. Ash (A filha do ferro - Os encantados de ferro #2 - Julie Kagawa): Porque não basta você ser um príncipe.Tem que toda a atitude fria (alô, príncipe da Corte do Inverno!), mas com uma paixão daquelas de pegar fogo. Só eu acho que no quesito amor, a Meghan é mega sortuda?


4. Noah Hutchins (No limite da atração): Ele foi o bad boy que mais me encantou esse ano. Personagem com passado triste, somado com postura rebelde e atitude carente? Apaixonei, lógico. O livro é ótimo, mas ele realmente se destacou e foi protagonista da única cena que quase me fez chorar em "No limite da atração".

3. Lucas (Easy - Tammara Webber): Certo, acho que quem leu este livro em 2013 tem o Lucas em um pedestal. Porque, além de lindo, cheio de tatuagens e toda uma figura atraente, é bom moço! Trabalhador, inteligente, talentoso e com um passado triste, daqueles que dá vontade de por o carinha no colo e dizer que vai ficar tudo bem.
2. Will Herondale (Princesa Mecânica - As peças infernais #3 - Cassandra Clare): O jeito cruel de tratar todos a sua volta (menos o Jem) dificilmente daria a ele um lugar nesta lista, mas quando descobrimos o real motivo por trás da língua afiada e acompanhamos a relação parabatai dele com o Jem, é impossível não amá-lo. Lógico que a combinação de cabelos pretos e olhos azuis ajuda e muito! E não posso esquecer a paixão por livros, claro!

1. Jem Carstairs (Princesa Mecânica - As peças infernais #3 - Cassandra Clare): Porque ele me encantou no primeiro livro, me conquistou no segundo e estilhaçou meu coração no terceiro. Meu personagem favorito em As peças infernais! Eu que, em geral, não costumo me apaixonar pelo personagem bonzinho, caí de amores pelo caçador de sombras de cabelos e olhos prateados. Além de educado, gentil e perspicaz, ainda toca violino e fala chinês. Que inveja absurda da Tessa!

Foram esses os personagens que me fizeram suspirar em 2013. Quais são os de vocês?

SORTEIO: Kit "Se você fosse minha"




Oi, pessoal!

Vamos começar o ano com sorteio? O kit é "Se você fosse minha" composto por livro mais marcadores. Para participar é só seguir as regras abaixo. Prestem atenção porque vamos conferir tudo, ok?

 - Só maiores de 18 anos podem participar.
- Comentar na resenha (comentário com conteúdo, não só: "vou ler", "adorei a resenha", etc);
- Morar em território nacional;
- Curtir a página do blog no facebook;
- Para chances extras, seguir o formulário.


O sorteio começa hoje e vai até o dia 26 de Janeiro de 2014.  

Boa sorte!