domingo, 2 de junho de 2013

RESENHA: Pandemônio (Delírio #2)

Monique Melo

Dividida entre o passado — Alex, a luta pela sobrevivência na Selva — e o presente, no qual crescem as sementes de uma violenta revolução, Lena Haloway terá que lutar contra um sistema cada vez mais repressor sem, porém, se transformar em um zumbi: modo como os Inválidos se referem aos curados. Não importa o quanto o governo tema as emoções, as faíscas da revolta pouco a pouco incendeiam a sociedade, vindas de todos os lugares… inclusive de dentro.

Lauren Oliver tem uma forma de apresentar seu enredo que sempre me faz ficar curiosa. Sempre tenho a impressão que ela escreve para apresentar sua ideia, sem ter muito na cabeça o que o leitor quer. Claro, isso é só uma suposição, mas se ela faz realmente isso, espero que não mude, pois é o terceiro livro dela que leio e fiquei novamente impressionada com as surpresas que ela põe no caminho dos seus personagens.

Em Pandemônio, a história nos é exposta a partir de dois momentos que são contados alternadamente: o antes e o agora. Achei bem mais interessante acompanhar o agora, mas o antes também é importante para termos a noção do que a Lena passou após o final dramático de Delírio. Seu crescimento e amadurecimento são trabalhados e apresentados de forma paralela e os capítulos contando o passado e o presente me ajudaram a fazer as comparações necessárias para entender suas atitudes.

"Pegue algo de nós, e nós pegaremos de volta. roube de nós, e roubaremos tudo de você. Se nos pressionar, vamos bater. É assim que o mundo funciona agora." - Página 123

Para quem achou que Delírio não se focava nas questões sociais e políticas que geralmente acompanham as distopias, temos em Pandemônio uma atenção maior nesse quesito e provavelmente teremos maior enfoque no terceiro livro.

"O ódio é isso. Alimenta você e ao mesmo tempo o faz apodrecer. É um sentimento difícil, profundo e inflexível, um sistema de bloqueios. É tudo e inteiro." - Página 138

Novos personagens são inseridos e é uma adição bem vinda, já que através deles vamos conhecendo mais sobre os costumes e necessidades das pessoas que fugiram da cura. Alguns desses personagens me fizeram ter um conflito de emoções (oi, Graúna), ora os odiava,ora os adorava, mas o Julian e o Prego foram o que mais me chamaram a atenção. O primeiro por ter papel importante nesse segundo volume e por toda sua trajetória, o segundo por se mostrar muito mais humano do que se imagina quando lemos as primeiras cenas nas quais ele participa.

A Lauren reservou para o final de Pandemônio uma surpresa tão ou mais devastadora que Delírio e eu fiquei um pouco divida por alguns momentos sem saber se tinha gostado, mas prensando bem, acho que vai ser uma grande questão a ser resolvida e que vai impactar nas decisões que a Lena precisará tomar e se a autora continuar com o mesmo ritmo em Requiem creio que vai ser emocionante acompanhar.


Sobre o livro:

Série: Delírio
Volume: 02
Autora: Lauren Oliver
Ano: 2013
Editora: Intrínseca
Páginas: 304


12 comentários:

  1. Eu gostei bastante de Pandemônio, você sabe. Gosto demais da escrita da Lauren e concordo com você em tudo.


    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ah, você sabe que estou com inveja porque você já leu Requiem. Vou tentar me distrair com os contos para não enlouquecer de curiosidade!

    ResponderExcluir
  3. kkkkk E eu não consigo escrever a resenha de Requiem.

    ResponderExcluir
  4. Larissa Gabrielle2 de junho de 2013 20:31

    Eu simplesmente AMEI Delírio! Estou muito curiosa pra ler este livro, já que é mais focado na parte política e social da distopia (e eu amo como isso desenrola e afeta os personagens hehe). Lauren é demais, gosto muito da escrita dela.


    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Monique,

    Muito bom esse livro, pena que termina em uma parte tão tão crucial!

    Ansiosa pela continuação!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Somos duas! E que final foi aquele? o.O

    ResponderExcluir
  7. Adoro a escrita da Lauren! E Delírio foi bom demais!

    ResponderExcluir
  8. Só porque estou doida para ler!

    ResponderExcluir
  9. Outro que ainda não li. São tantos livros bons que desejo ler. Mais a condição financeira não permite ter todos. Mais ainda vou conseguir essa série. E assim poderei conferir cada detalhe que menciona. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Aline Ramos Costa19 de julho de 2014 00:35

    Oi Monique eu amei esselivro e estou louca pra ler o grande final. Como a autora pôde fazer isso conosco e terminar desse jeito?.Fiquei desesperada pra ter o Requiém.srsrrs..amei a forma como ela escreveu do antes e o presente..super criativo..bjs e parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  11. Livro muito bom quero muito ler ele, a capa é perfeita, a autora é muito criativa e sabe escrever livros, o primeiro livro foi muito discutido pelos meus amigo e eu espero ler eles breve!!

    ResponderExcluir
  12. não é que tivemos as mesmas opiniões em relação a esse livro!!! Apesar de achar a Lauren estremamente malvada con esses finais que ela escreve. Como é que ela faz umas coisas dessas conosco?!?! Ainda bem que estava com a continuação aqui, e é minha atual leitura.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir