segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

RESENHA: A cura mortal (Maze Runner #3)

Por trás de uma possibilidade de cura para o Fulgor, Thomas irá descobrir um plano maior, elaborado pelo CRUEL, que poderá trazer consequências desastrosas para a humanidade. Ele decide, então, entregar-se ao Experimento final. A organização garante que não há mais nada para esconder. Mas será possível acreditar no CRUEL? Talvez a verdade seja ainda mais terrível... uma solução mortal, sem retorno.

Enfim li o terceiro livro da série Maze Runner que é muito querida por mim e que vai ter seu primeiro livro, Correr ou Morrer, adaptado para o cinema no mês de setembro. Minhas expectativas estavam bem altas e muitas delas foram correspondidas, só não foi a perfeição que eu gostaria.

A narrativa ainda é digna de nota. Gosto da forma que o James Dashner escreve e como descreve os lugares, além de que sempre resgata a lembrança de personagens que passaram nos livros anteriores e os quais ainda tem sua influência nos acontecimentos presentes. Algumas das questões que ele levanta podem ser inseridas sem problema nenhum no contexto atual e eu gosto dessa ligação.

Como nos livros anteriores, o autor não tem pena dos personagens e vários deles perdem a vida no desenrolar da trama. Algumas mortes são mais chocantes do que outras (não se diferenciam só pela forma como ocorre, mas pelo significado do personagem) e em alguns momentos eu parei para respirar fundo e voltar, porque estava num ritmo meio alucinado e ansiedade de saber o que ia acontecer dificultava o entendimento de algumas passagens.
 
O Thomas sempre foi um personagem mais "humano" e neste volume isso se acentua. Ele toma algumas medidas que necessitam de muita coragem e que o assombram, mas é isso que o torna tão real. Seu medo, sua coragem, sua consciência, sua dificuldade de perdoar algumas atitudes dos outros clareanos, sua desconfiança, todos esses sentimentos e atitudes o deixam verossímil. Minho não muda nada: ele ainda é o sarcasmo em forma de clareano e se é para complicar as coisas, sempre se pode contar com ele. Não vou falar muito do Newt, só vou dizer que é um dos meus preferidos.

Tinha muita coisa para acontecer e até a metade nada dava a entender que as repostas que tanto queríamos a cerca dos objetivos do CRUEL iriam aparecer. Ok, consegui respostas para uma parte das minhas questões, mas algumas ainda estão martelando na minha cabeça, principalmente no que se refere ao passado do Thomas e seu envolvimento com o CRUEL. Acho que o autor poderia ter trabalhado mais isso e não ter deixado tão corrido o final. Ainda sim, gostei demais do livro e quero ler os outros dois livros ligados a série (Ordem de Extermínio e Maze Runner - Arquivos). Leiam a série, vale muito a pena. Afinal, CRUEL é bom (ou será que não?).

Sobre livros:
ISBN: 9788576833888
Série: Maze Runner
Volume: 03
Autor: James Dashner
Editora: Vergara & Riba
Ano: 2012
Páginas: 368

A série:
3 - A cura mortal

3 comentários:

  1. Que legal a resenha! Ainda não conhecia a série, por isso fiquei um pouco perdida no enredo, mas parece ser muito bom. Pena que alguns pontos deixaram a desejar para você, mas gostei de saber que a maioria de suas expectativas foram alcançadas, fiquei interessada! :)

    ResponderExcluir
  2. Arrasou na resenha! Eu quero ler essa série assim que possível e tirar as minhas conclusões!
    Gostei muito da premissa!
    Beijos
    Ps:Nova Postagem: Novidades Literárias Overdose literária! Sinopse do Segundo livro da Série A escalada de Eva da Autora Elaine Elesbão - Livro 2 - A Face Revelada!
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/02/novidades-literarias-overdose-literaria.html

    ResponderExcluir
  3. Danni, é muito legal, tenha certeza. Realmente o final poderia ser melhor, mas ainda sim, gostei. =)
    Obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir