quarta-feira, 17 de junho de 2015

RESENHA: O lago místico

"O lago místico - Esposa e mãe perfeita, Annie vê o seu mundo desabar de uma hora para outra quando é abandonada pelo marido.

A fuga momentânea é para Mystic, a pequena comunidade onde ela cresceu e onde o seu pai ainda vive. Lá, Annie começa a se reerguer novamente, descobrindo o amor por si mesma, por um velho amigo solitário e por uma garotinha que acaba de perder a mãe.

Tudo está se encaixando na vida de Annie. Nick e Izzy se tornaram uma parte importante de seu processo de cura, e ela também se tornou essencial para a sobrevivência da relação entre pai e filha. Até que o seu ex-marido reaparece... e a tranquilidade rapidamente dá lugar ao desespero."


Para aqueles que ainda não tiveram nenhum contato com Hannah devo confessar que a sinopse acima não faz jus ao livro. A impressão que o leitor tem é que seria mais um desses dramas corriqueiros que lotam o mercado editorial e seria apenas mais do mesmo. Porém, não se deixem enganar, o livro é ótimo, os personagens únicos e a 'caminhada' emocionante. Mas deixa eu parar de babar no livro e tentar explicar o porque de tanto amor reunido né? HAHAHA Claro que vou tentar ser o mais objetiva possível para evitar os spoilers então...

Annie é aquele tipo mulher que tenta ser o mais perfeita possível: a melhor filha, a melhor esposa, a melhor mãe. Sempre colocando as necessidades do marido e da filha em primeiro lugar. Ela tenta tanto ser a melhor para os dois que já não sabe quem ou o que ela quer para si. Porém, isso não parece ser o suficiente pois o marido pede o divórcio e seu mundo parece ruir. E é nesse caos que ela tem de aprender a lutar, a viver.

É emocionante acompanhar o modo como ela se redescobre. É como se Annie renascesse. Ela tem de aprende como os erros, aprender com as quedas, a errar novamente e ter a coragem de tentar de novo.
Esse é um dos motivos de amar tanto a narrativa da autora. As estórias dela são bem próximas da realidade. Nem tudo são flores. Os personagens são bem reais, eles tem seus defeitos, batem a cabeça, fazem burradas, nos frustram horrores a ponto de querer entrar na narrativa e trancafiá-los numa sala para refletirem sobre o que querem ou devem fazer.

Como o livro é narrado segundo o ponto de vista de quatro narradores, ele dá ao leitor um panorama mais amplo da estória. As partes narradas por Izzy são as que mais merecem destaque. O modo como a menina enxerga o mundo depois da morte da mãe, como ela lida com a dor e a 'presença ausente' do pai são de cortar o coração. Definitivamente a obra não seria a mesma sem ela. É o tipo de personagem que anos se passarão e o leitor jamais irá se esquecer. Ela é especial, inesquecível. E o fato de ela pensar estar desaparecendo, de não conseguir falar deram um toque todo especial a narrativa. A vontade que você tem é de protegê-la, coloca-la no colo e não soltar nunca mais. É tão fofo o laço que Annie desenvolve com ela, como uma ajuda a outra sem forçar ou cobrar. E O Nick gente, esse aí dispensa palavras. Eu me acaba com ele, com todas as estorias que o atormentavam, o faziam se sentir triste ou desmerecedor! 

Enfim, se eu pudesse ter o mínimo de credito para indicar autoras pra alguém, com certeza uma delas seria Kristin Hannah! E olha que este é apenas o segundo livro da autora que eu leio mas...Meu Deus, que escritora perfeita. E eu achando que ela não poderia ganhar mais créditos comigo depois de ‘Jardim de Inverno’! (resenha aqui)!!! Ansiosa para ler mais livros dela, então leiam por Hannah é diva!!! 

Sobre o livro:
Título: O lago místico
ISBN: 9788581635811
Autora: Kristin Hannah
Editora: Novo Conceito
Páginas:365
Leia um trecho do livro (aqui)
Viste a página Oficial da Autora(aqui)
Booktrailer:


2 comentários:

  1. Bem, sempre leio resenhas positivas em relação aos livros da Hannah, mas ainda não os li, pois sei que suas histórias são de dilacerar corações. Creio que tem momentos de ler algo com essa densidade, e, dificilmente estou nesses momentos. Mas tenho certeza que algum dia lerei. Mas uma coisa que me agrada é personagem marcante, e parece que esse tem.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  2. Francisca Elizabete21 de junho de 2015 13:06

    O livro parece ser muito bom, e eu acho que, pelo que li ele vai ajudar o leitor a fazer um reflexão!! Muitas vezes vivemos em prol de pessoas que não nos valorizam e esquecemos que existe uma vida lá fora! Pelo que entendi foi o que aconteceu com Annie! Foi abandonada pelo marido e seu mundo ruiu! Gostaria muito de ler este livro para conhecer os personagens e suas histórias peculiares!!

    ResponderExcluir