sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

RESENHA: Just Listen


Monique Melo

“Não pense nem julgue. Apenas ouça.”

Annabel tem mais motivos que os alunos normais para não gostar de ir a escola este ano. Depois de ser pega com o namorado da melhor amiga numa festa, passa a ser excluída por todos, além de ser alvo de ofensas dos outros alunos. Trabalha como modelo para alegria da sua mãe, mas não gostaria de continuar a carreira e só o faz para agradá-la, já que suas irmãs estão com problemas que preocupam demais sua família. Quando Owen, um aluno excluído, se aproxima de Annabel num momento difícil, ela começa a ver o quanto deixa sua vida passar com medo de decepcionar alguém. Conforme sua amizade com Owen e sua relação com a música vai crescendo, Annabel começa a perceber que em algum momento ela terá que finalmente se decidir, ser honesta consigo mesma, expor suas opiniões e o que está escondendo de tão grave.
 

“Eu estava começando a perceber que não se deveria ter medo apenas do desconhecido. As pessoas que mais conhecem você podem ser as mais ameaçadoras, pois o que elas dizem e pensam a seu respeito pode não ser apenas assustador, mas também verdadeiro” - Página 59.

O livro todo me encantou. A narrativa da Sarah é muito boa, com fácil entendimento e um ritmo muito bom de ser acompanhado. As situações tão atuais, as quais podem estar presentes na vida de qualquer adolescente ou adulto, criam imediatamente uma identificação com o leitor. A abordagem desses assuntos é realizada de forma a dar mais destaque e importância a eles, deixando o romance em segundo plano e reforçando como tudo que acontece impacta na vida de Annabel.

A família da Annabel também me agradou. Inicialmente vendendo a imagem de família perfeita, consegue em meio aos seus problemas e tropeços, se manter unida e dar força uns aos outros quando necessário, principalmente quando Annabel enfim resolve contar seu segredo.

A aproximação de Owen e Annabel é bem trabalhada e me animou muito porque a diferença que ele faz na vida da garota não é restrita a um possível envolvimento amoroso. Através de suas próprias experiências, Owen consegue demonstrar como guardar todos seus sentimentos, opiniões e inseguranças para si mesmo podem afetar de maneira negativa sua vida e encoraja a amiga a ser mais sincera.

Uma estória muito bem construída, com bons personagens e com o final digno ao desenvolvimento do livro. Recomendo muito! Agora estou ansiosa para ler mais livros dessa ótima escritora e, quem sabe, me apaixonar pelo seu enredo e seus personagens como aconteceu em Just Listen.

Sobre o livro:
Just Listen:
Autora: Sarah Dessen
Ano: 2010
Editora: Farol
Páginas: 308
Twitter da autora: @sarahdessen
Site do autor: AQUI

10 comentários:

  1. O livro não faz o meu estilo, mas você já me falou tanto desse livro, e pelo que tu descreves, parece ser uma boa estória.

    Bjo!
    Restaurante da Mente

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Ola!!
    Eu gosto deste tipo de livro, certamente os personagens amadurecem no livro, o que me deixa ansiosa pra ler. Também é um livro bastante reflexivo, quando muitas vezes deveriamos só escutar ao invés de falar. Amei a resenha e doida pra ler!!!!
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  4. Faz tempo que quero ler este livro. Tempo mesmo! Desde que li a sinopse me interessei. E agora é que quero ler mesmo!
    Amei a resenha Monique. Já ouvi falar muito bem da autora, mas ainda não li nada dela.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. òóóó...parece bom einh! Bem interessante! Acho que as vezes é bom variar o tema e esse me parece uma boa opção.
    òtima resenha MOna!

    =)

    ResponderExcluir
  6. Adorei o quote a resenha em geral.
    Você é ótima, estarei por aqui :D
    beijos
    boa semana

    Amy Macchiato

    ResponderExcluir
  7. Já viu a promoção que ta rolando solta no blog O Leitor?
    Ainda não?
    Então corre, que até o dia 05 de Fevereiro você ainda pode concorrer a um dos 6 livros que estão sendo sorteados.
    Beijos e espero você lá,

    Pamela.

    ResponderExcluir
  8. Adorei o livro, porém o que mais gostei foi do Owen e as conversas sobre música! Tenho costume de associar música com o que leio e AMO quando o livro tem trilha sonora embutida.
    Nem corri pra ouvir thank you quando terminei o livro, né?

    bjos e boa resenha

    ResponderExcluir
  9. Ei miga, olha eu aqui de novo! Bem, acho que esse título serve para muitas pessoas, pelo menos pra mim, então me interessei logo em ler. É terrível acompanhar uma trama que termina sem pé nem cabeça com um romance óbvio e batido no meio. Pela resenha vou acompanhar o crescimento da personagem e tirar boas lições no final. Bom trabalho Mona o/

    ResponderExcluir
  10. Que bela melhor amiga que essa Annabel é, hein?!?! Com uma amiga dessas, não se precisa de inimigas. Que bem que pelo menos ela amadureceu no decorrer da narrativa.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir