quinta-feira, 29 de maio de 2014

RESENHA: A escolha (A seleção #3)

A Seleção mudou a vida de trinta e cinco meninas para sempre. E agora, chegou a hora de uma ser escolhida. America nunca sonhou que iria encontrar-se em qualquer lugar perto da coroa ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que a competição se aproxima de seu final e as ameaças de fora das paredes do palácio se tornam mais perigosas, América percebe o quanto ela tem a perder e quanto ela terá que lutar para o futuro que ela quer. Desde a primeira página da seleção, este best-seller #1 do New York Times capturou os corações dos leitores e os levou em uma viagem cativante ... Agora, em A Escolha, Kiera Cass oferece uma conclusão satisfatória e inesquecível, que vai manter os leitores suspirando sobre este eletrizante conto de fadas muito depois da última página é virada.

Eu terminei a leitura e fiquei com aquela sensação super chatinha de quando a leitura não corresponde as suas expectativas. Geralmente, acho que essa é a grande culpada para as decepções que tenho com as leituras, porém desta vez estou convencida que foi o desenvolvimento do livro que não me fez empolgar.

Eu sei que o livro tem mais foco nas atitudes da America quanto a seleção e sua eterna dúvida sobre com quem ficar: Maxon ou Aspen. Neste quesito eu me vi surpreendentemente gostando e apoiando as decisões dela, menos em um assunto em particular, já que para o tipo de competição a qual ela estava participando e a certeza dela mesma para com seus sentimentos não deviam ser sobrepujados por seu orgulho. Mas, beleza, ainda sim deu para aproveitar bastante e gostar do que me foi mostrado. 

A minha decepção tem mais a ver com o que deveria ser o segundo assunto mais importante: a mudança da organização social do país, o sistema de castas. Isso para mim era mais importante do que saber com quem a America ficaria e terminei a leitura me perguntando: o que aconteceu?

Claro que algumas coisas relacionadas foram mostradas, mas a autora levantou tantos ganchos sobre o assunto e deixou muito aberta essa questão. Temos base, mas não temos desenvolvimento, nem resolução. Ficou só a promessa no fim do livro que esta questão mudaria. Ficou parecendo que um evento específico que ocorre mais para o final do livro já seria resposta suficiente e me desculpem as pessoas que gostaram, só que não engoli aquilo. E pode não ter tirado a graça do livro para muita gente, mas pra mim, foi péssimo.

E mesmo que eu não goste de protagonista que é dramática demais, acho que faltou um pouco mais de sentimento em alguns momentos e isso serve para a America e para o Maxon. E sem falar na falta de coerência no que se refere a personalidade de alguns personagens.

Sei que depois de reclamar tanto, parece que o livro não teve coisas boas, mas elas existiram. Além do que falei sobre o romance, gostei de verdade de algumas atitudes da America e das conversas dela com o Maxon. Assim como gostei da determinação dele de seguir a seleção conforme achava melhor e sua fé nos seus próprios ideais sem se fechar para novos pontos de vista.

A narrativa da autora não mudou e o livro flui muito bem, creio que sua forma de escrever é o verdadeiro destaque da série. Vou sentir falta dos personagens, principalmente do Maxon, mesmo que a série não tenha terminado tão bem quanto eu esperava.

Sobre o livro:
ISBN: 9788565765374
Série: A seleção
Volume: 03
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Ano: 2014
Páginas: 352
Booktrailer:

Um comentário:

  1. Muito bom. Não vejo a hora de ler este. Apaixonada pela América. Agora, com quem ela fica? Pode me dizer? Beijos.

    ResponderExcluir