quinta-feira, 3 de julho de 2014

RESENHA: Sempre teremos o verão (Verão #3)

Belly sempre esteve dividida entre os Fisher. Mas isso parecia ter ficado no passado. Assim como os incríveis dias de verão na casa de praia em Cousins Beach. Conrad, seu primeiro amor, se tornou apenas uma recordação. Agora, era Jeremiah quem ela amava, era com ele que Belly imaginava o futuro. Eles resolvem se casar e passar o resto da vida juntos, mesmo que para isso precisem enfrentar as famílias, que desde o início são contra essa decisão. Mas quando Belly retorna à casa de praia e reencontra Conrad, antigos sentimentos vêm à tona. Com o dia do casamento se aproximando, as incertezas só aumentam. Seria possível voltar atrás? Ou melhor, seria o certo a fazer? Mais uma vez ela está na casa de praia, dividida entre os dois únicos meninos que já amou. Neste último volume da série O verão que mudou minha vida, Belly está mais madura e se vê diante de uma importante decisão que mudará sua vida e a dos Fisher para sempre.

Se tem uma coisa que me deixa bastante chateada num livro é quando o autor descaracteriza um personagem para que ele seja menos merecedor do amor da mocinha do que o outro pretendente.  Não achei que a Jenny Han se encaixaria neste quesito, mas me enganei. E muito.

Acho que não é nenhuma surpresa para quem acompanha a série que a Belly tinha preferência por um dos Fisher. Isso nunca me incomodou, mesmo que eu torcesse pelo outro. Foi uma escolha da autora e levando em conta os dois livros anteriores, achava sim que fazia sentido. Infelizmente, o caminho que ela escolheu para este livro não foi muito bom. 

Me incomodou o fato da Belly não ter amadurecido quase nada e do Jeremiah ter virado uma pessoa completamente diferente dos outros livros. Um acontecimento em particular, que dá início a tudo que rola neste livro, tem uma dimensão completamente forçada (afinal, tecnicamente não aconteceu!) e foi desnecessária e sem cabimento a reação da Belly.  O único que melhorou foi o Conrad, mas mesmo assim ainda conseguiu ter ataque de egoísmo no pior momento possível.

O final foi super corrido e não me convenceu de forma alguma. Não foi contundente, nem um pouco trabalhado e contrariou praticamente tudo que a protagonista dizia sentir durante o livro inteiro. Quem sabe se tivesse mais umas cinquenta páginas o livro seria salvo, mas como isso não aconteceu, ficou a impressão que foi determinado nos últimos instantes com quem a Belly ficaria e que o resto da história não importava.

Eu tenho noção que a resenha está com tom de revolta (porque estou revoltada, sim) e que parece que o livro não tem coisas boas, porém ele tem. A narrativa continua rápida e a linguagem da Jenny Han sempre é de fácil entendimento. Algumas conversas entre a Belly e o Steve, assim como entre ela e a mãe, foram bem legais de acompanhar. Sem falar que foi legal ver a Taylor se mostrar como uma amiga que poderia realmente estar presente em momentos difíceis e ver o Sr. Fisher se importanto com os filhos foi bom. E fiquei feliz de ver o verdadeiro Jeremiah de volta nas últimas páginas. Pena que as partes ruins conseguiram ser mais marcantes.

Sobre o livro:
ISBN: 9788501094940
Série: Verão
Volume: 03
Autora: Jenny Han
Editora: Galera Record
Ano: 2014    
Páginas: 319

2 comentários:

  1. Vou tentar ler este romance. Pelo que pude notar é um romance lindo e fiquei empolgada com ele. Amei a dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. é muito legal a trilogia e a autora é muito boa!

    ResponderExcluir