sexta-feira, 8 de março de 2019

RESENHA: Antes dela partir

O amor fraternal é intenso e capaz de perdurar até mesmo após a morte? Quanto tempo é necessário para o encerramento de um ciclo em que a vida se desenrola como o desabrochar e o definhar de uma rosa branca?
Antes Dela Partir, que tem como cenário a poética São Francisco, na Califórnia, narra a história de Sebastian Blake, um jovem arquiteto de sucesso que perde de modo inesperado sua irmã mais nova, e melhor amiga, Cameron. A ligação entre os dois é tão forte que permanece mesmo depois da morte de Cam quando Sebastian tem sua vida virada de ponta cabeça e seu ceticismo colocado à prova. 
Como? Cabe ao leitor desvendar. 
A trama conta também com Jude, uma garota recém chegada da Inglaterra e dona de uma pequena e aconchegante floricultura, a Picking Flowers, onde Sebastian vai encontrar alento e desvendar segredos que marcarão para sempre a vida de ambos.
Um livro que traz surpresas, ensinamentos através de histórias de amor e amizade, da resiliência diante das perdas, nos instigando a torcer para que cada personagem alcance, mais do que um final feliz, evolução.

Curto demais ler livros onde questões familiares são abordadas, em especial quando companheirismo de irmãos é um dos focos, então conhecer Cameron e Sebastian foi um prazer.

Confesso que os dois não me agradaram de cara. Sebastian me tirou muito a paciência com seu egoísmo de pensar somente no que ele sente, sem dar espaço para questionar o sofrimento dos outros. Evidente seu crescimento durante a trama, e aos poucos fui gostando dele e seu comprometimento. Já a Cam me deixou até o final com dúvidas sobre suas escolhas, embora tenha que confessar ser direito total dela decidir o que fazer com a própria vida. 

Jude é uma parte mais calma e centrada do trio principal. Tem sua porção de passado triste e tenta conviver com isso da melhor forma possível. É o maior motivo de mudança do Sebastian - depois da Cam, claro - difícil não simpatizar com uma pessoa tão dedicada a família. A maneira que ela e Sebastian se aproximam é bem crível além de ser gradual, nada de repentino ou inexplicável, do jeito que curto ver desenvolvimento de casal.

De longe o Sean é meu personagem preferido. Parece o mais maduro e o que melhor percebe os questionamentos e dores das pessoas as quais convive. Sempre pronto a ajudar, mas sem se anular no processo, é ele que muitas vezes aponta o caminho certo para os amigos, em especial o Sebastian.

Durante o desenvolvimento dos personagens, temos acesso também a atual situação de Cam e foi uma das partes mais interessantes do livro. Não achava, ao iniciar a história, que teria esse tipo de descrição, então achei bem diferente e fui me acostumando aos poucos. 

O livro começou um pouco lento para mim, mas logo tomou fôlego e foi acontecendo os encontros que fariam tudo se mover. A mudança de pontos de vista complementa bem a história e dá novos ares a cada novo narrador. A escrita é bem sentimental, com alguns pontos a serem melhorados, mas nada que impeça o leitor de se cativar com o processo de cura pelo qual Sebastian passa. Conheço a autora faz bastante tempo, e posso garantir que a Flávia tem talento, e ainda vai produzir muitas boas histórias. 

Sobre o livro:
ISBN: B07F5X4V7T 
Autora: Flávia Tironi
Editora: Amazon
Ano: 2018
Páginas: 415

Nenhum comentário: