quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Lemos na Fábrica: Julho 2019

Nem sei qual foi a última vez que li tanto em um mês! Fiquei tão feliz por ter conseguido um ritmo bom de leitura, pena que não durou muito... Vamos conferir o que li no mês de Julho?


"A luva de cobre (Magisterium - Livro 02)", Holly Black e Cassandra Clare: Depois de anos resolvi voltar a ler a série Magisterium e fiquei surpresa como o enredo conseguiu me envolver, mesmo não sendo tão elaborado quanto outros livros da Cassie. Imagino que ela e a Holly Black sabem a fórmula que leva seus leitores a amar a série. Callum, Aaron e Tamara são personagens muito carismáticos e são um dos pontos mais fortes da série. Resenha aqui.


"A chave de bronze (Magisterium - Livro 03)", Holly Black e Cassandra Clare: Ainda abalada com o final do livro! Cassandra Clare e Holly Black não tem pena de ninguém mesmo. Apesar do livro ser curtinho e não aprofundar tanto as questões do personagens como eu gostaria, consegue surpreender e te deixar ansioso pelo próximo. Resenha aqui.


"A máscara de prata (Magisterium - Livro 04)", Holly Black e Cassandra Clare: Quando comecei essa série dificilmente imaginaria que Callum precisaria fazer as escolhas que fez nesse livro. Também não imaginava que tantos personagens teriam destinos tão distintos pela frente. É sempre bom ser surpreendida. Resenha aqui.


"E se fosse com a gente?", Beck Albertalli e Adam Silvera: Mais um livro da Becky Albertalli para minha lista! Dessa vez ela tem a companhia de Adam Silvera para escrever a história de Arthur e Ben. A leitura foi divertida, rápida e cheia de referências. Difícil não torcer pelos dois, assim como não é fácil encontrar um desconhecido em Nova York. Resenha aqui.


"The Chase - A busca de Summer e Fitz (Briar U - Livro 01)", Elle Kennedy: Summer e Fitz protagonizam o primeiro livro da série "Briar U", spin off de "Amores Improváveis". O relacionamento dos dois poderia ter sido mais fácil desde o início, era somente o Fitz não se prender em suas inseguranças e seu pré julgamento bobo, mas a Summer consegue mostrar que ela é muito mais que a garota rica. Resenha aqui.


"Sinceramente, Carter", Whitney G.: Uma parte de mim adorou Ari e Carter e sua amizade, em especial como ele sempre priorizava o bem estar de Ari. Já outra olha a tentativa de sedução nas palavras chulas e só quer dar risada porque achava brega demais.


"Entre estantes", Olivia Pilar: Não conhecia a autora, mas vi no twitter alguém comentando sobre seus contos e fui ler "Entre estantes" e gostei bastante da escrita dela, além do tema. Vou buscar saber mais sobre suas obras.



"Dororo #02", Osamu Tezuka: Enfim sabemos mais sobre a vida do Dororo e entendemos melhor suas atitudes. Já Hyakkimaru não esperava encontrar seu próprio passado e ter tantos momentos trágicos. Saber mais sobre os dois tornou esse volume bem mais interessante, em especial porque a trama principal e as secundárias caminharam juntas.


"Dororo #03", Osamu Tezuka: Dororo e Hyakkimaru sempre ajudam a população das vilas e lugarejos onde passam e isso rende ao segundo algumas boas notícias, como a recuperação de partes do seu corpo. Porém é incrível como sempre são tratados como aberrações depois dessa ajuda. Ou talvez não seja tão incrível assim, infelizmente as pessoas não sabem lidar com as diferenças. Os dois, ainda sim, não desistem e continuam seus caminhos.


"Dororo #04", Osamu Tezuka: Um pouco decepcionada com a maneira que o autor escolheu para encerrar o mangá. Entendi seus motivos, deve ser realmente péssimo quando não temos mais animação para determinado trabalho, só que entender as razões não deixa o final menos apressado, nem tão sem profundidade. Várias questões que ele levantou não foram desenvolvidas, então não conseguiu me agradar... 


"Usagi Drop #09", Unita Yumi: A tristeza de ver um enredo tão bom virar "isso". Nossa, que decepção! Tantos questionamentos e reflexões tão bem colocados para depois escolher um caminho tão insípido, e sem ao menos trabalhar para que ficasse convincente, porque só vi sentimentos de um só lado. Revoltada.


"Usagi drop #10", Unita Yumi: Último volume de Usagi Drop é uma coletânea de pequenas histórias onde voltamos pra uma Rin criança, para o Daikichi enrolado tentando criar uma menina e um pouco de outros personagens como Kouki. Foi bom rever os momentos onde o mangá não era uma decepção (pra mim), mas só me deixou mais triste sobre o caminho que a autora escolheu.


"Platinum End #03", Tugumi Ohba e Takeshi Obata: Um novo candidato a Deus aparece e eu gostei muito dessa adição. Ele tem uma perspectiva bem diferente de Mirai e Saki, é bom ver essa diferença. Também apareceu uma personagem bem macabra, mas que proporcionou alguns questionamentos a Mirai.

Meu mês foi recheado! E o de vocês?

Um comentário: