sexta-feira, 8 de maio de 2020

RESENHA: The Risk - O Dilema de Brenna e Jake (Briar U - Livro 2)

Todo mundo diz que eu sou uma garota má. Deve ser porque faço o que bem entendo e não estou nem aí para o que os outros pensam de mim. Apesar disso, dormir com o inimigo não faz meu tipo. Como filha do técnico de hóquei da Briar, minha vida estaria arruinada se eu me relacionasse com um jogador de um time rival.
E essa é a definição de Jake Connelly. Estrela e capitão do time de Harvard, ele é arrogante, irritante e atraente demais pra ser verdade. E o pior é que eu preciso que ele tope fingir ser meu namorado para que eu consiga meu tão sonhado estágio na HockeyNet. Mas é claro que aquele gostoso idiota não vai facilitar: para cada encontro falso… ele quer um pra valer.
O que significa que estou em apuros. Isso de ficar saindo às escondidas com Jake Connelly não tem como dar certo. Embora esteja cada vez mais difícil resistir ao desejo e ao sorriso de Jake, me recuso a me apaixonar por ele.
Esse é o único risco que eu não vou correr.

Posso não concordar com a abordagem que a Elle Kennedy tem em alguns momentos durante suas obras, mas sempre que preciso de uma leitura leve e divertida, eu penso em seus livros. Então claro que ia recorrer a ela nessa pandemia.

Uma grande vantagem é que já conhecemos Brenna e Jake por suas aparições em "The chase", mas agora temos a oportunidade de entendermos e apoiarmos ambos. A Brenna me diverte com seu jeito seguro, independente, objetivo. Ela tem seus sonhos e corre atrás, reconhece as dificuldades e não deixa isso de lado. Mesmo quando algumas de suas decisões não me agradavam, conseguia relevar porque ela já tinha tanta consciência de si mesma, e inevitavelmente já fazia sua própria auto crítica.

O Jake é bem convencido - vamos combinar que quase todos os protagonistas masculinos da Elle o são - determinado e com uma grande força de vontade. Gostei muito da amizade dele com a Hazel, as conversas deles eram engraçadas, mas dá para perceber que Hazel sente algo mais pelo amigo.

O envolvimento dele com a Brenna explora bem mais a química e a competitividade, mas os dois são tão seguros de si, tão certos sobre suas escolhas, que não tem grandes embates. São um casal no qual se apoiar mutualmente é importante para o relacionamento, e fazem jus a isso.

Tem muita referência ao Garret Graham, protagonista de "O acordo", e achei bem pertinente: ele e o Jake são estrelas, ambos capitães de seus times e com um futuro brilhante pela frente. As sua diferenças mais evidentes são os relacionamentos familiares e o fato de frequentarem universidades distintas, mas os objetivos e a importância do esporte se sobrepõe a todo o resto.

Creio que, em parte, isso explica minha empolgação com o livro. Eu tinha gostado de The chase, mas ele, pra mim, ainda ficava a desejar em relação aos livros da série "Amores improváveis", mas com "The risk" me animei tanto quanto com "O acordo" e rapidinho terminei livro. Ele faz bem a linha da autora: divertido, dinâmico, sexy e com alguns temas necessários, no caso drogas, machismo no ambiente de trabalho e outro assunto que não comentarei para não dar spoiler. 

A Elle comenta em seus agradecimentos como foi divertido escrever o desenrolar da relação entre Brenna e Jake, e que não se sentia assim desde "O acordo", e ficou bem evidente sua animação no desenvolvimento do livro. Espero que "The play" seja tão bom quanto. 

Sobre o livro:
ISBN: 9788584391462 
Série: Briar U
Volume: 02
Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Ano: 2019
Páginas: 384

Um comentário:

  1. Push me up against the wall and do dirty things to me. Hey, i am looking for an online sexual partner ;) Click on my boobs if you are interested (. )( .)

    ResponderExcluir