sexta-feira, 13 de junho de 2014

RESENHA: Colin Fischer

Resolvendo o crime. Uma expressão facial por vez. O ano letivo de Colin Fischer acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local. Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola. Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê…

Eu achei o livro muito legal. Não foi nada do outro mundo, mas o personagem principal tem seu carisma. Eu simplesmente adorei o Colin e me diverti um bocado com sua forma de pensar. Sua família também tem um bom destaque e eu gostei especialmente do pai dele, além de viver uma relação de amor e ódio com o irmão mais novo dele.

Um dos fatores que me agradaram mais foi a forma leve que os autores falam sobre as diferenças do Colin e como eles descrevem as pessoas com quem ele convive e como elas ajudam e/ou atrapalham sua vida. Inicialmente, Melissa é a única pessoa da escola que parece saber lidar com o jeito do Colin. Eu curti bastante a personagem porque, mesmo sendo popular, não se incomodava em ser próxima a ele. Também tive raiva de alguns personagens por implicarem tanto com uma pessoa que não incomodava ninguém.

A parte que seria o mistério do livro, serve mais para mostrar a forma de pensar do Colin e demonstrar como ele é, mesmo com suas limitações, brilhante. Também é base para desenvolver uma amizade pouco provável, mas que funcionou bem para o enredo.

Os autores não se aprofundam muito sobre a condição do Colin e acho que isso se deve mais ao público alvo e, levando em conta esse aspecto, o livro atendeu minhas expectativas.O livro deixa uma ponta solta para ter continuação e eu não pesquisei para saber se terá, mas gostaria de saber mais do Colin e acompanhar o desfecho da história.

Sobre o livro:
ISBN: 9788581634166
Autor: Ashley Edward Miller e Zack Stentz
Editora: Novo Conceito
Ano: 2014
Páginas: 176

9 comentários:

  1. Pela suas palavras na resenha até me deu vontade de conhecer o Collin. Vou tentar ler e ver se gosto. Obrigada pela dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Ah, eu gostei do Colin. Muita gente o achou chato, mas eu adorei.

    ResponderExcluir
  3. RUDYNALVA SOARES2 de julho de 2014 19:16

    Monique!
    Achei o Coli uma personagem bem autÊntica e que traz a discussão de assunto importante que é a inserção de uma pessoa com alguma síndrome na sociedade e no trabalho e estudo.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Acho que depois de mtos csi eu acabei pegando gosto por resolução de crimes das mais variadas formas, embora em livro eu ainda não tenha me detido em nenhum título ainda além de dois ou três...

    Parece ser um livro leve e divertido...e a condição do protagonista me chamou atenção...

    Miquilis

    ResponderExcluir
  5. Gabrielle Batista5 de julho de 2014 11:15

    mal posso esperar para ler esse livro!!
    É o meu gênero preferido *----*

    ResponderExcluir
  6. Aline Ramos Costa19 de julho de 2014 00:56

    OI Monique, pelo visto esse é um livro leve e divertido.Não conhecia, mas estou louca pra saber mais sobre a vida do Colin, sua familia e a amiga..Parabéns pela resenha, me deixou curiosa pr aler.bjs

    ResponderExcluir
  7. Parece ser um livro bem divertido, adoro livro assim :)
    Mas eu não gosto muito dessa capa acho ela bem estranha kkkk
    Quero ler assim mesmo :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Douglas Fernandes19 de julho de 2014 20:32

    De começo não me interessei muito, mas depois fui lendo algumas resenhas e fui me interessando, quero ler pra tirar minhas conclusoes.

    ResponderExcluir
  9. Muito legal que os autores conseguiram passar de uma maneira leve e descontraída a maneira diferente de se relacionar que o protagonista tem. Adoro personagens excêntricos como o Colin. Não sabia que o livro tinha esse desfecho em aberto. Só sei que quero ler muito em breve.


    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir