sábado, 4 de julho de 2020

Assistimos na Fábrica: Junho 2020

Olá! Dei adeus a alguns dramas e programas que estava gostando, rolou um pouco de decepção, mas também iniciei novas histórias!


When my love is blooms (drama coreano 2020): Com atuações maravilhosas, em especial do Jiyoung, esse drama aqueceu meu coração, mesmo nos momentos mais tristes. Gostaria que a Ji Soo sofresse menos, mas ela inspirava as pessoas a serem melhores, até mesmo que a ensinou a ser assim, Jae Hyun. Queria mais do casal protagonista, porém entendi que eles já tinham demonstrações demais pelas circunstâncias do Jae Hyun. De qualquer forma, foi um final bonito para uma trama melancólica e de reencontro.


The King: eternal monarch (drama coreano 2020): Bem, sou do contra e não fui com a maioria. Na metade dele tive esperanças porque melhorou bastante, porém realmente o dorama desandou pra mim. Foi fan service demais e as partes boas acabaram sem grandes desenvolvimentos, o que é uma pena. A ideia era ótima, podia ter mil desdobramentos, mas se perdeu quando fixava uma regra e ela não valia para o casal principal (que na minha humilde opinião não tinha química alguma). O desperdício de personagens também é outra coisa que dói acompanhar, os vilões foram rasos em momentos que poderiam ter grande significado e os secundários eram mais interessantes infinitamente. Triste não ter dado certo.


EXO's Ladder: Season 2 (reality show 2019): Sou muito fã do grupo coreano EXO e adoro assistir qualquer programa que eles façam. Dessa vez eles saíram de férias por três dias e oito dos nove integrantes passaram por uma série de jogos enquanto faziam turismo. Eu me diverti muito com os jogos, a rivalidade e a palhaçada deles. É engraçado ver como os artistas, que sempre estão focados nas suas apresentações e em desempenhar seus conceitos de forma clara, brincando, se atrapalhando, curtindo como qualquer jovem gosta de fazer. Ri muito e matei também a saudade do Xiumin, D.O. e Suho que estão no serviço militar coreano obrigatório.


It's okay to not be okay (drama coreano 2020): A esperada volta do Kim Soo Hyun! E, nossa, que retorno viu? Quatro episódios e já estou viciada, totalmente imersa no enredo. As atuações estão maravilhosas e o que dizer Oh Jun Se e sua interpretação impecável de um autista? Assuntos como problemas psicológicos também são abordados e todos os personagens parecem carregar um passado pesado e precisam de cura emocional. O drama conta com algumas animações para expor histórias presentes nos livros escritos pela protagonista e é um mais lindo que o outro. Seo Ye Ji outra vez me ganha com sua presença e atuação, e os figurinos dela são incríveis. O Kim Soo Hyun sempre muito verdadeiro na hora de passar as emoções e a química dele om a Ye Ji é evidente. Já ansiosa pelos próximos episódios.


My unfamiliar family (drama coreano 2020): Meu mais novo vício! Dramas familiares tendem a ter muitos episódios, então não os assisto muito. A tVN lançou esse com 16 episódios e, além da sinopse, vi alguns atores que gosto e fui arriscar. Nesses dois episódios assistidos pude perceber que as primeiras percepções sobre determinados personagens e acontecimentos sempre estão errados, pois tudo é mais profundo do que aparenta. Já odiei e logo depois amei basicamente todos os personagens e imagino que assim será até o final. Estou bem empolgada com ele.

E vocês? O que estão assistindo?

Um comentário: