terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Assistimos na Fábrica: Dezembro 2020

 Olá! Vamos ver como foram meus últimos dramas assistidos em 2020? Tem um pouco de tudo, mas meio que falhei na minha meta de assistir somente enredos leves. Lembrando que é só clicar no nome do drama para ver a sinopse.


Do, do, sol, sol, la, la, sol (drama coreano 2020): Como comentado no Assistimos de novembro, Do, do... não é o drama como o plot mais brilhante do mundo, mas era divertido, tinha algumas mensagens bem legais e gosto quando os personagens se aproximam e meio que fundam uma comunidade. Mas aí vai chegando os últimos episódios e me tiraram um drama sem noção com resolução pior e conseguiram me fazer ter raiva no último episódio no lugar de me fazer sorrir. Triste.


365: repeat the year (drama coreano 2020): Eu surtei muito nesse drama! Eu gosto de enredos com volta no tempo por conta dos desdobramentos e não foi diferente aqui. A ideia e execução foram ótimas, com uma falha ali outra aqui, mas no geral muito consistente. Gostei das discussões levantadas, dos plot twists (foram muitos) e da jornada de cada personagem. Ver a Nam Ji Hyun em uma personagem tão diferente dos que já assisti dela foi surpreendentemente bom, e ela tem talento de sobra além de ter química com todos os atores que contracena. Lee Joon Hyuk com uma ótima combinação e eu fiquei toda animada torcendo para ver um relacionamento entre os personagens. Eles eram um ponto de alívio no meio da tensão constante do drama. Sofri, mas gostei.


100 days my prince (drama coreano 2018):  Fui rever o drama porque entrou no catálogo da Netflix e porque minha saudade do Kyung Soo (aka D.O. do EXO) está enorme! Ele é o protagonista desse sageuk (drama histórico), um príncipe amargurado - Lee Yol - por uma perda do passado e que vai parar numa vila muito humilde e encontra com a Hong Shin. O desenrolar dos acontecimentos depois desse encontro mistura drama, comédia e romance, além de uma característica que amo em sageuk: trama política. As atuações são maravilhosas, e a química entre o D.O. (fiquei tão orgulhosa da sua atuação!) e a Nam Jin Hyun (Hong Shin) é perfeita. Como eu disse em "365: repeat the year", a Jin Hyun tem química com todos os atores que contracena, é incrível. Trilha sonora, fotografia, figurino... Muito cuidado em tudo! Diverte, te faz chorar, e também se apaixonar pelo casal.


Alice in borderland (drama japonês 2020): Tem o Kento, tem a Tao, então fui assistir. Fiquei tensa o tempo todo, sempre parecia que algo ia acontecer e realmente acontecia. Tem bastante violência, o que já era esperado, me incomodou um pouco a exposição feminina em determinadas cenas. A personagem da Tao - Usagi - é muito boa e bem diferente da maioria dos trabalhos dela, o que amei. Ela e o Kento trabalham bem juntos, e "Alice" só confirma isso. Pena que vou precisar esperar a próxima temporada para saber mais sobre como e porquê esses foram escolhidos para o jogo.


Bokura wa Koi ga Hetasugiru (drama japonês 2020): Drama levinho, episódios curtos, e relacionamentos adultos. Não esperava muito, mas me diverti e gostei da maneira que os personagens foram desenvolvidos, mesmo no curto tempo. 


Dash & Lily (série americana 2020): Eu fui assistir exatamente na noite (ou seria na madrugada?) de Natal e me diverti bastante. Tinha lido o livro no começo do mês e, claro, sei das diferenças, mas no geral não me importei muito. Os pontos importantes estavam lá, a união da família da Lily também e conseguiram dar uma perspectiva diferente ao relacionamento do Dash com o pai. E os atores tiveram uma boa química.


Bridgerton (série americana 2020): Pois é, eu não ia perder a primeira temporada, não é? Adoro a Julia Quinn e surtei muito assistindo porque conseguiram melhorar muitos aspectos. Eu já gostei desde a escalação do elenco e fiquei também animada com a interpretação. Os atores responsáveis por Simon e Daphne foram ótimos, e eu ficava toda boba com as interações entre o Colin e a Penélope. Creio que conseguira captar a essência dos livros muito bem e espero pela segunda temporada. (sim, nem eu acredito que estou dizendo isso!)

E vocês? O que assistiram?

Nenhum comentário: