sexta-feira, 10 de setembro de 2021

Assistimos na Fábrica: Agosto 2021

Em Agosto me despedi de vários dramas e o saldo foi muito bom. Fiquei satisfeita com as tramas, mesmo tendo críticas sobre algumas resoluções. 


D.P. Dog Day (drama sul coreano 2021): Foram seis episódios mostrando o tratamento violento, perigoso e desumano recebido por alguns soldados coreanos em sua passagem obrigatória de dois anos no exército. Aqui temos o protagonista que se vê participando de uma unidade responsável por recuperar desertores e a trama mostra os motivos para esses deserções e acaba se aprofundando bastante na vida pessoal de cada um deles. O mesmo não acontece com o Joon Ho, sendo o principal seria normal sabermos mais sobre ele e realmente algumas informações são dadas, entendemos seu comportamento, sendo que não de forma tão completa se compararmos aos soldados que ele captura. Os atores estão ótimos, a trama prende a atenção, mas tem bastante violência e situações abusivas. Se forem assistir, vão preparados. 
 

The devil judge (drama coreano 2021): O drama foi muito bom, realmente. Trata de várias questões políticas e sociais em meio a um período pós-pandemia e eu gostei muito como o enredo trabalha as diversas nuances do Yo Han: ele como juiz, como tio, como família e justiceiro. O Ga On foi um personagem que foi crescendo durante a trama, mudando a forma de observar o mundo, de julgar tudo de forma simplista e ver as várias camadas dos acontecimentos, e isso foi maravilhoso. Mas não curti tanto o tratamento dispensado as personagens femininas da trama, muito mal aproveitadas, sendo a mais impactante e importante, a que teve a atenção devida, uma vilã. Entendo a qualidade da trama, amei as atuações e ambientação, adorei como foi tratada a corrupção dentro da política e meios de comunicação. Porém ainda não consigo digerir muito bem os últimos episódios, o que é uma contradição: tenho certeza que The devil judge foi um dos melhores dramas desse ano.  


The evolution of our love (drama chinês 2018): Cheguei ao fim dos 40 episódios e foi uma boa experiência revisitar uma trama que gosto tanto. Alguns pontos foram adicionados na versão chinesa e isso não me incomodou de forma alguma, pois deu um outro olhar e profundidade ao enredo. Único ponto que me incomodou foi quando a Man Man reconhece que ama o Lu Fei, porque não teve o impacto esperado por mim. De resto, teve muitas cenas memoráveis como a chegada da Man Man no hospital para ajudar o Lu Fei e quando ele cuidou dela depois de um período cansativo de trabalho. O saldo foi positivo e eu gostei bastante dos atores principais. 

Kikazaranai Koi niha Riyuu ga Atte (drama japonês 2021): Foi fofura até o fim, mesmo quando um deles se sentia pressionado ou para baixo, o outro estava lá para apoiar. Gostei da evolução do relacionamento dos dois, mesmo que os episódios fossem tão pequenos.

The box (filme coreano 2021): Depois da mobilização dos fãs do EXO, o telecine disponibilizou The box em sua programação para a minha felicidade! Foi emocionante ver o Chanyeol cantar todas as músicas com tanta dedicação e receber elogios por essas versões. Gosto de como a trama trata os traumas do Ji Hoon e das frustrações do Min Soo enquanto os dois caminham juntos em busca dos seus sonhos. A amizade em desenvolvimento, a representação de afeto através da comida como vemos nos dramas, e os momentos que o filme vira musical são muito bons e fiquei bem feliz com a atuação do Chanyeol. 



Rurouni Kenshin - The beginning (filme japonês 2021): O último filme de Rurouni Kenshin nos conta como ele recebeu a famosa cicatriz em forma de X e porque decidiu parar de matar após a chegada da nova era para os japoneses. Como várias vezes falei, não sei nada sobre cinema, mas a fotografia desse filme é maravilhosa, nem sei o que falar das cenas na neve e na sequência de luta final. A atuação do Sato Takeru é incrível, eu fico boba com todo o gestual dele. O enredo também foi bem trabalhado, tinha todos os pontos importantes e não senti o tempo passar. Triste demais que é o último. 

E vocês, o que estão assistindo?

Nenhum comentário: